Confira os melhores clipes independentes lançados em fevereiro | 2020 em seleção especial feita pelo Hits Perdidos!

Melhores Clipes Independentes 2020

As listas de melhores clipes independentes 2020 estão a todo vapor no Hits Perdidos. Você já conhece e acompanha por aqui elas todo mês e damos o pontapé inicial pelo quarto ano consecutivo.

Para quem é novo por aqui seja bem-vindo e acompanhe o Hits pelas redes sociais (temos InstagramFacebookSpotify…).

2017 foi marcado pelo grande sucesso dos listões de videoclipes que até deram origem a um estudo super detalhado sobre a produção audiovisual do independente brasileiro.

Em 2018 veio a parceria com o UDIGRUDI da Play TV onde escolhemos os mais legais para passar na programação aos domingos.

Listas de Melhores Clipes Independentes

Janeiro

Udigrudi na Play TV

Em 2020 continuamos a parceria com o programa Udigrudi da Play TV, onde o Hits Perdidos seleciona semanalmente alguns clipes para aparecer por lá.

Inclusive fizemos um guia completo de “Como fazer para seu clipe aparecer na TV?“.

Vários clipes dos listões já tem aparecido na programação. Lembrando que o programa vai ao ar todos os domingos às 20:30h.

Os Melhores Clipes Independentes lançados em Fevereiro | 2020

Neste mês de Março trarei os melhores que saíram no último mês e que merecem destaque. Claro que o listão continua democrático e no fim você encontrará uma playlist no youtube –  e Spotify – com os 75 coletados ao longo do mês.

A produção independente cresce a cada dia que passa e o investimento na divulgação também. Em uma geração em que poucos escutam um disco do começo ao fim, o artifício dos web clipes tem sido uma boa maneira de expor seus trabalhos.

E estes são feitos de todas formas, com alto ou baixo custo de produção. Com ideias mais certinhas a criativas. No fim das contas o que interessa é eternizar aquele momento e expor seu trabalho com a estética que mais convém atrelar a imagem da banda.

Os “Scouts” dos clipes
lançados em Fevereiro

Em Fevereiro inúmeras bandas começaram a divulgar seus curtas promovendo singles antigos ou que estarão presentes em seus futuros álbuns ou EP’s.

Reunimos 75 clipes lançados neste mês que mostram alguns dos novos talentos da música independente brasileira.

O que impressiona é termos uma média de 2,586 clipes sendo lançados no independente por dia. Na lista temos 75 artistas de 16 estados.

OS SELECIONADOS TAMBÉM FAZEM PARTE DA PLAYLIST CRIADA ESPECIALMENTE PELO HITS PERDIDOS PARA ETERNIZAR OS VÍDEOS LANÇADOS NESTE MÊS DE FEVEREIRO. ALIÁS NÃO DEIXE DE SEGUIR O PERFIL DO HITS NO SPOTIFY!

1 Rita Zart “Linguagem”



A artista gaúcha Rita Zart, lançou o videoclipe para a música “Linguagem” no dia 06/02. Marcela Ilha Bordi assina o roteiro e direção do vídeo que exalta o erótico, o prazer e clímax. A peça audiovisual conta com fotografia de Edu Rabin, a Direção de Arte de Talita Menezes e o figurino de Juliana Franarin e Mariana Tostes.

“O clipe de “Linguagem” explora os indizíveis desejos, libidos e paixões que nos movem em contraponto à estruturas em que somos condicionados a viver nossas relações em todos os campos, para além do afetivo e sexual.

A letra é parceria com uma amiga que é psicanalista e faz poemas com separação de sílabas, a Beta Pires, com quem converso muito sobre o tema”, comenta Rita.

Sobre as referências, ela conta que a inspiração veio do livro Delta de Vênus, em que Anaïs Nin escrevia contos eróticos sob encomenda, e no poema “Exterior”, de Waly Salomão, que discorre eroticamente sobre possíveis limites impostos à poesia.

A tensão e o clímax no Videoclipe

“De um lado há a volúpia, o toque, o animalesco que se expressa na coreografia e no movimento dos corpos de Rita e dos dois bailarinos, Douglas Jung e Joana Selau, em uma performance que os rende andróginos e quase indistintos.

De outro, temos a direção de arte dramática, as peles cobertas por roupas e luvas, sugerindo a rigidez estrutural e imóvel das palavras, das regras e do modo de se relacionar, que é explorada nos quadros vivos estáticos, que paralisam o fluxo das trocas.”, comenta a diretora Marcela Ilha Bordi

“Marcela pode construir este contraponto entre a coreografia fluida dos corpos lindos, figurinos, cores e arte intensos em quadros parados que simulam pinturas vivas”, completa Rita. 

2 Sepultura “Means to An End”



No dia 07/02 o Sepultura disponibilizou para promover o álbum Quadra o videoclipe para “Means To An End”. O registro foi dirigido por Otávio Juliano e critica as divisões e barreiras de um mundo em colapso. O poder, pobreza e riqueza durante os séculos aparece no roteiro.

Entre as referências está o filme do cineasta Ingmar Bergman, The Seventh Seal, no clipe a morte joga xadrez com o personagem X que representa o poder, a ganância, e a perpetuidade.

“O jogo de xadrez simboliza os conceitos de criação, deuses, ética e  força financeira que atravessa os séculos e delimita nossos espaços e vidas. O prêmio do jogo é a moeda e toda a magia que a envolve. Eu e a codiretora Luciana Ferraz procuramos colocar vários elementos gráficos e conceituais do álbum Quadra como composição nas cenas do clipe”, explica Juliano.

3 Mc Tha “Coração Vagabundo”



MC Tha foi a responsável pelo roteiro do videoclipe para “Coração Vagabundo”, faixa presente no elogiado Rito de Passá, que foi lançado no dia 14/02. O vídeo até mesmo traz simpatias para conquistar o crush, o que deixa ele ainda mais divertido.

4 Rubel e Adriana Calcanhoto
“Você Me Pergunta”



Um dos vídeos virais mais impactantes de fevereiro definitivamente foi o de “Você Me Pergunta” faixa do Rubel em parceria com a cantora Adriana Calcanhotto.

O roteiro e a direção inclusive foram dirigidos pelo próprio músico formado em audiovisual, aliás a videografia do músico sempre traz mensagens importantes e força no roteiro.

“Essa música foi feita em homenagem à Adriana, que me recebeu com tanta generosidade desde que nos conhecemos. Quis retribuir de alguma forma o que aprendi com ela e o quanto as suas músicas me formaram. Tentei compor uma canção que se aproximasse do universo da Adriana, da canção de amor clássica, daquelas músicas eternizadas nas rádios do Rio de Janeiro e no imaginário coletivo do carioca”, conta Rubel.

“A nossa sintonia foi instantânea, imediata. Ele é muito focado, disposto a experimentar e tem uma musicalidade espontânea e natural, uma leveza muito charmosa. Como diretor do clipe sabia exatamente o que queria e conduziu tudo com delicadeza e afeto. Grande artista, tenho adorado colaborar e torcer por ele”, afirma Adriana

5 The Baggios “Limaia”



Os sergipanos do The Baggios voltaram a impressionar com o videoclipe de “Limaia”, faixa presente em Vulcão. Este vídeo foi dirigido por Raphael Borges, conta com fotografia de Vicente Otavio Edição e Finalização realizada pelo próprio Julio Andrade.

The Baggios “Limaia”

“O nome “Limaia” vem das limalhas de ferro que são misturadas com pólvora para dar grande brilho ao rojão das espadas. Essa por sua vez é feita de pedaços do caule de bambu ôco, onde é socada uma grande quantidade de pólvora com limalha, argila (para tapar a frente e o fundo da taboca) e amarrada por cordas de sisal para reforçar o bambu. Essa peça de fogo de artifício que corre no chão, zigue-zagueando, é coisa típica do São João nordestino e principalmente em Sergipe, onde há uma tradição de guerra de espadas ou limaias como é conhecido os busca-pés (um tipo de espada que explode) de tamanho avantajado.

O Videoclipe retrata uma Cortejo Popular do Sergipe

Em Junho na cidade de São Cristóvão (SE), a Caceiteira de Mestre Rindú, existente há mais de 130 anos, criou o ritual do cortejo para festejar a entrada do seu principal mês. Com esse cortejo originou-se a festa do mastro da cidade, onde os moradores buscam na mata uma árvore velha e a coloca no meio de uma praça, penduram prêmios diversos e armam uma fogueira no seu tronco cantando até a madrugada, esperando o mastro cair e assim garantirem seus presentes.

A música é feita com zabumba, tarol, ganzá e cantigas antigas e tem muita dança, tudo isso somado a espadas, busca-pés, pitus e bombas. Em 1978 um grupo de moradores mais rebeldes levaram cachaça para os cortejos deixando o Mestre Rindú contrariado, e isso fez gerar o grupo da caceteira dos macacões com a turma que gostavam de uma farra mais intensa regada a álcool. Viva a cultura popular sergipana! Viva os fogueteiros!”, contam a banda

6 Sandro e Tuyo “1989”



Depois do Sandro fazer uma participação no clipe da Tuyo quem fez feat desta vez foi o trio curitibano. Com clima de festa e levada vintage o vídeo tem o papel de entreter e fazer uma volta aos anos 80. O clipe tem direção e produção assinadas por Bruno Queiroz e Denis Carrion.

7 Pseudo Banda “Não Me Importo”



Os cariocas da Pseudo Banda no dia 12/02 entrou no clima do carnaval e vestiu a fantasia de deboche no videoclipe hilário para  “Não Me Importo”. Apesar da alegoria o clipe é clipe a atual situação do país. São três personagens criados para o clipe: Capitão Aleluia (Vinícius), Arlequina Consumista (Julia) e Agro Miranda Tech (Bea).

O roteiro e direção são assinados por Karinna de Simone e Pseudo Banda, a direção de Arte foi realizada por Gama Art Studio, figurino e a maquiagem foi feita por Rafael Santos.

Os Arquétipos

O Capitão Aleluia ilustra o covarde em uma posição de poder que usa a religião para disfarçar suas atitudes violentas. A Arlequina Consumista foi inspirada na Commedia Dell Arte, simbolizando o consumismo inconsciente, vaidade exacerbada e a crença na meritocracia. Já a Agro Miranda Tech é a personificação da mídia sensacionalista, que endossa o agronegócio com todos os seus crimes e transforma tudo em espetáculo com muito glitter, dança e distração.

“Em uma realidade cheia de distrações, é muito fácil fechar os olhos para o que não nos afeta diretamente. A crítica da música é válida para todos nós, para não nos rendermos ao conformismo e individualismo. Acreditamos que a mudança começa por meio da consciência e da empatia”, diz Julia.

8 Drik Barbosa e ÀTTØØXXÁ “Tentação”



No dia 13/02 a Drik Barbosa lançou o clipe para “Tentação”, faixa que conta com a parceria com os baianos da ÀTTØØXXÁ. Inclusive a produção audiovisual da faixa que remete ao pagode foi realizada na Bahia. A direção do clipe que tem o clima de dança e azaração é de Leo Dantas.

“No disco, eu caminho por outros caminhos que não só o rap, não sabia como seria a receptividade do público”, diz Drik Barbosa

“Mas a aceitação foi incrível e me divirto com as pessoas que querem aprender a coreografia de ‘Tentação’”, completa.

9 Zudizilla e Luedji Luna “Proveito”



Um dos feats mais interessantes do mês aconteceu entre Zudizilla e Luedji Luna. O clipe de “Proveito” foi lançado no dia 10/02 em parceria com o Music Video Festival, em parceria com a Spcine e Delicatessen Filmes.

A fotografia, a locação, a temperatura alta e o embalo da canção acabam sendo os destaques da peça audiovisual. O registro foi dirigido por Juh Almeida e Lua Voigt, tem produção executiva de Luciana Mattar e teve direção de fotografia realizada Fernando Oliveira.

10 Luísa e Os Alquimistas “Cadernin”



Após lançar o disco Jaguatirica Print (2019), que entrou na nossa lista de melhores do ano (Confira) via Natura Musical / Rizomarte Records, Luísa e os Alquimistas segue divulgando o lançamento a todo vapor. Realizado pela Mole Enterprise, o registro tem no elenco além de Luisa Nascim, Luê e Gabriela Lopes.

A direção é assinada por Carlos Tupy que escreveu o roteiro em parceria com Marina Mole. Marina assina também a concepção, produção, styling, cenografia e direção de arte. As referências do clipe resgatam a estética dos clipes do pop dos anos 2000, com referências em TLC e Britney Spears. Inclusive, o videoclipe é praticamente um fan service: “A música de Cadernin é uma das minhas preferidas do álbum”, revela Luísa.

“Essa ideia surgiu a partir da letra da música, que trata sobre um amor que está distante, e que está anotado no caderninho, mas que não é o único. Ainda que a Luisa apareça cantando sozinha no quarto, ela também aparece muito bem acompanhada das amigas interpretadas por Luê e Gabriela Lopes”, conta Marina. 

11 Molodoys “Fim do Caminho”



O clima tropical à la “Sonífera Ilha”, dos Titãs e as fitinhas VHS transparecem no divertido videoclipe dos Molodoys. A faixa “Fim do Caminho” estará presente no segundo álbum dos paulistanos, As Fronteiras da Razão, e teve edição realizados pelo vocalista Leo Fazio. Já a modelagem e animações derretidas foram feitas por Lucas Elias.

12 Continue “Autocontrole”



A Continue, de São Bernardo do Campo (SP), no dia 18/02 o vídeo para “Autocontrole”. O registro dirigido pela cantora Naty Zanellato tem como mote convocar todas as mulheres a lutarem pelos seus direitos e ideais, criticando o machismo e patriarcado presentes na sociedade.

“A música tem como principal influência o livro de Angela Davis, Mulheres, Raça e Classe, que aborda opressões cometidas contra as mulheres – sobretudo as mulheres negras – no decorrer da história da humanidade. A partir dessa leitura, atrelei ideias do livro com situações em que o machismo ainda se faz presente.

Quis ressaltar como as mulheres ainda são submetidas a opressões diárias, e que em alguns casos nós mesmas, mesmo inconscientemente, cedemos às armadilhas do patriarcado e adotamos comportamentos excludentes umas com as outras”, explica Natália.

O espírito do faça você mesmo transparece até mesmo no casting da produção. “Importante destacar que nenhum participante do clipe possuía vínculo com as artes cênicas. Ninguém era ator, o que deixou o projeto mais orgânico e real, com pessoas mostrando ao mundo sua representatividade”, finaliza a vocalista.

13 Zero To Hero “To My Surprise”



A Zero To Hero, de Taubaté (SP), lançou domingo, 02/02, o clipe “To My Surprise”. O registro foi produzido e dirigido por Tiago Veloso e mostra momentos de diversão de um grupo de crianças.

“A sensação que a música me passou, logo no primeiro contato, foi a de uma positividade e simplicidade gigantes. Fiz a relação dessa vibe com o período da infância quase que instantaneamente, foi inevitável.”, conta o baterista Nicolas Brown, que escreveu a maior parte do roteiro.

O trabalho também valoriza a produção audiovisual local. A escolha de Tiago Veloso para produzir e dirigir o clipe foi graças ao seu trabalho junto a bandas da região, como a Personas e Diego Xavier.

“O Tiago colou com a gente e, além de gravar e editar tudo com muito carinho, deu dicas e palpites excelentes para as cenas do clipe”, completa o guitarrista Danilo Camargo.

Parte do clipe se remete ao conceito do álbum, breakwalls&buildbridges, que tem como tema as mudanças e reconstruções pessoais.

“Às vezes, é difícil fazer terapia e se cuidar, porque no começo você se destrói. Sua cabeça é uma casa, você quebra as paredes e nada sobra. Por mais que você não esteja acostumado, ainda vai construir algo melhor em cima”, afirma o baixista e vocalista Pedro Cursino.

OUTROS VIDEOCLIPES INDEPENDENTES

Além dos 13 eleitos como melhores do mês de Fevereiro | 2020 nas playlists do Youtube e Spotify vocês poderão encontrar os clipes dos artistas e bandas:

Rosa Neon “Piou” (feat. Hot e Oreia) (Belo Horizonte / MG), Romero Ferro “Love Por Você” (Recife / PE), Alice Caymmi e Àttooxxá “A Noite Inteira” (Rio de Janeiro / RJ), Canto Cego “Marcha Coração” (Rio de Janeiro / RJ), Anfear “Lenda da Iara” (São Paulo / SP), Rematte “Sob o Luar” (Fortaleza / CE), Samuca e a Selva “Passeando em Mim” (São Paulo / SP), Keila “Loka” (Belém / PA),

Karola Nunes “Tá Vendo Seu Moço” (Rondonópolis / MT), Barro “Nas Ondas do Desejo” (Recife / PE), Liniker e os Caramelows “De Ontem” (Araraquara / SP),  Fióti e Tuyo “Quando for falar de Amor” (São Paulo / SP), Flávia Ellen “Flerte” (Belo Horizonte / MG), Harmonia do Sampler “Todo Mundo Nu” (Brasília / DF), Olívia de Amores “Só Vamo” (Manaus / AM), Ego Kill Talent “Now” (São Paulo / SP), Juca Chuquer “Amigo” (SP), Júlio Secchin “Serasa do Amor” (Rio de Janeiro / RJ)

Clipes Independentes de Fevereiro | 2020 | Parte 2

Hienaz “Selva Sideral” (São Paulo / SP), Dóris Encrenqueira “Férias” (Porto Alegre / RS), Cachorro do Mato “Fronteiras” (Joinville / SC), Rohmanelli “Toneaí”, Numa Gama “Meio Caminho Andado” (Niterói / RJ), Lori “Voltando para Casa” (São Paulo / SP), Taboo “Valência” (Montes Claros / MG), Two Wolves “I’m Not Enough, Shut the F** Up” (Goiânia / GO),

Bordines “Dança (Part. Nina Rouge)” (Porto Alegre / RS), Macakongs 2099 “Terra de Ninguém” (Brasília / DF), Justu “Sombra e Luz” (Ribeirão Preto / SP), Baboon Ha “Nevermind” (Rio de Janeiro / RJ), Matheus Who “Boys Are Blue” (Rio de Janeiro / RJ),

Juliana Arv & Milkee “Sapeca” (São Paulo / SP), Kiara Rocks “Enquanto Há Tempo” (São Paulo / SP), Siamese feat. Enme Paixão “Luxo Fia” (Curitiba / PR), Anná “Sobre Rosa” part. Ilú Obá de Min (Mococa / SP), Mc Rebecca “Enquanto o Beat Tocar” (Rio de Janeiro / RJ)

Clipes Independentes de Fevereiro | 2020 | Parte 3

Garotos da Capital “Carnaval” (Fortaleza / CE), O Cândido “Em Português” (Tatuí / SP), Persie “Mapa do Tesouro” (Campo Formoso / BA), UELO “Maior Que o Mundo” (Guarujá / SP), Giárdia “Espelhos” (Fortaleza / CE), Férias No Paraíso “Passeio” (Caxias do Sul / RS), Dedé Santaklaus “Água ??” (Sete Lagoas / MG), Vento Motivo “Fogo e Lágrimas” (São Paulo / SP), Limbo “Sinestesia” (São Paulo / SP), Cachalote Fuzz “Temporada de Caça” (feat. Tagore) (Uberlândia / MG),

Ludmilla e Ivete Sangalo “Pulando na Pipoca” (Duque de Caxias / RJ), Ana Preta Ft Thaíde “Não me leve a Mal” (SP), Mc Lan + Anitta + Major Lazer “Rave de Favela” (Rio de Janeiro / RJ), Triz “O Som Vem Assim” (São Paulo / SP)

Clipes Independentes de Fevereiro | 2020 | Parte 4

Xaga “Sonho” (São Paulo / SP), Kikee “Monóxido” (Lajeado / RS), Lua “Ver e Crer” (Rio de Janeiro / RJ), Rafa Thor “Reggae do Interior” (Joboticabal / SP), Domínio Livre “Juízo Final” (Paranavaí / PR), Willian Mattos “Lugar Nenhum” (Paranavaí / PR), Autoclismo “Page” (Teresina / PI), Lukinhas “100 Neurose”, Feed My Soul “No More Time” (Maricá / RJ), Mad Sneaks “Limbo” (GO), Blasthrash “Fake News” (São Paulo / SP), Uterço “Poucas” (São Paulo / SP)

Melhores Clipes Independentes Fevereiro 2020


PLAYLIST NO YOUTUBE (Fevereiro | 2020)

Preparamos também uma playlist no Youtube com os 75 videoclipes coletados durante o mês de Fevereiro | 2020. Assim quem quiser ver tudo de uma vez basta apertar o play.



PLAYLIST NO SPOTIFY

Desta forma chegamos a playlist com os clipes lançados no mês de Fevereiro (2020). Dos 75 vídeos do post, 73 possuem as faixas no Spotify.

Muito disso por conta que algumas faixas serão disponibilizadas quando o EP ou álbum forem lançados na plataforma. Já outros singles por conta do artista (ou banda) não ter material por lá.

-> Siga o Perfil do Hits Perdidos no Spotify<-



Qual você mais gostou?

Conta para gente nos comentários deste post qual videoclipe independente de Fevereiro | 2020 você mais gostou!