O Fenômeno dos Grupos de K-Pop

Que o K-pop conquistou o mundo ocidental é um fato inegável. O gênero, que tem ficado conhecido além das fronteiras asiáticas, é representado principalmente pelos boy e girlgroups, que com coreografias e músicas de diversos ritmos e conceitos, tem se tornado uma verdadeira febre. Os Grupos Coreanos de K-Pop como BTS tem ganhado popularidade nos últimos anos mas também existem bandas coreanas se destacando.

Embora toda a música feita dentro do país seja reconhecida pelo gênero, a Coreia do Sul tem artistas e bandas que vão muito além do pop. O Rock, por exemplo, é um velho conhecido do local, que começou a cultivar suas próprias bandas a partir da década de 60, embora tenha passado por um período de censura. Assim como o hip hop, gênero muito popular entre os sul coreanos e que talvez tenha sido o maior responsável por levar muitos artistas para o K-Pop de fato.

Após uma série de posts da nossa volta ao mundo que já passou por Austrália (Parte 1 | Parte 2), PalestinaTurquia, Países ComunistasHolanda, nossa viagem continua. Desta vez vamos até a Coreia do Sul para levar para vocês 17 grupos sul coreanos que não fazem K-Pop.

Conheça agora 17 bandas coreanas que vão além do K-Pop.


Descubra 17 bandas coreanas além da febre do K-Pop

Nada é uma rapper coreana que tem se destacado após sair de uma girlband. – Foto: Divulgação


Bandas coreanas além do K-pop que você precisa conhecer!

1) Hyukoh

Um dos ícones do cenário alternativo sul coreano, o quarteto está ativo há seis anos. Misturando influências do indie e da psicodelia, possuem a maioria das letras em inglês. Ainda esse ano, a banda de se apresenta no Festival Coachella. O álbum mais recente da banda apresenta trabalhos mais calmos e até com uma pitada de grunge, mas sem esquecer outros ritmos os quais já são conhecidos.



2) Billy Carter 

Talvez um dos grupos que mais represente a modernidade na Coreia, Billy Carter é um trio de blues e rock. Recentemente, lançaram o EP Time Yellow, que conquistou tanto o público como a crítica. Em 2019, também se apresentaram no Brasil, no Rock in Rio



3) CNBLUE

Uma banda que veio do cenário underground coreano e acabou se tornando uma das maiores do país. Agenciados pela FNC Entertainment, o agora trio, teve sua estreia em 2009, depois de treinar muitos anos no Japão. Com uma carreira sólida e diversos álbuns em japonês e coreano, a banda atualmente está em hiato por conta de suas obrigações para com o serviço militar, mas em breve, deve voltar a ativa.



4) FT.Island

Companheiros de empresa do CNBLUE, o FT.Island estreou um pouco antes e são considerados veteranos na indústria. Com um pop rock que às vezes se mistura ao hard rock, a banda passou por algumas mudanças na formação recentemente, se tornando também um trio.

Atualmente, também encontram-se em hiato por conta de obrigações militares. Seu último trabalho coreano foi Over 10 Years, disco que comemorou dez anos da banda, em 2017.  Os outros trabalhos mais recentes são obras em japonês (Planet Bonds, de 2018 e Everlasting, de 2019). Além de dois EPs (What If, 2018) e o mais recente, antes do exército, o Zapping (2019).

Uma das músicas que mais marcou a carreira da banda foi Take Me Now, do álbum Wheres The Truth?.



5) Bursters 

Com um som mais voltado para o heavy metal, o Bursters começou como uma banda de amigos que só queria fazer seu som e se divertir com aquilo. Ganharam fama ao participar de um programa de tv sul coreano e desde então estão conquistando mais público amante do gênero, embora os últimos trabalhos tenham flertado um pouco mais com o rock alternativo. Recentemente, lançaram um novo álbum com o single “Colors”, onde parecem relembrar um pouco suas raízes fincadas no metal.



6) N.Flying

Também da FNC, a banda estreou em solos coreanos em 2015, apresentando um estilo mais influenciado pelo pop rock e surf music. Após diversas trocas em sua formação e passarem um tempo atuando como quarteto e sem um baixista oficialmente, a banda voltou a ser um quinteto em 2020, com a incorporação oficial de DongSung, ex integrante da banda Honeyst, que desde 2019, dava suporte no instrumento para o N.Flying

O último álbum lançado foi Brotherhood, embora “Rooftop”, música do álbum Fly High Project #2, tenha se tornado bastante popular e feito com que os meninos ganhassem seu primeiro prêmio em um music show coreano.



7) South Club 

Com fortes influências de grunge e blues, o som acaba se enveredando também para o indie. O South Club surgiu com Nam Tae Hyun, ex-integrante do boygroup Winner, que queria buscar outros sons e experiências.

Considerando que Tae Hyun queria ter mais liberdade, principalmente artística, o clipe de estréia deixou isso bem claro, já que traz justamente essa sensação de despreocupação. Junto a ele, também foi lançado um mini álbum, intitulado 90.



8) Day6

No Day6 a gente consegue enxergar sons que vão desde pop rock, indie e um pézinho no rock dos anos 80. Em 2017, decidiram fazer um projeto que consistia em lançar um single digital a cada mês do ano e o resultado pra eles foi incrível, pois os colocou muito mais evidência, principalmente para o público ocidental. No final de 2018, o quinteto até passou pelo Brasil em uma única apresentação e deixou bastante gente com saudade.



9) The Rose

Pode-se dizer que o The Rose surgiu das ruas de Seul, considerando que dois de seus primeiros membros se conheceram em uma performance de rua e até o final de 2015, se apresentavam dessa forma. Em 2017, estrearam como um quarteto que agradou principalmente por suas baladas suaves e melodias gostosas de ouvir, influenciados em sua maioria pelo rock alternativo. 



10) Nell

Talvez uma das bandas mais antigas desta lista, a Nell está ativa desde 2001 e passou por duas empresas, antes de criar a própria, que trabalha com outros artistas conhecidos na indústria coreana. Trazendo um som influenciado pelo rock britânico, o quarteto ganhou mais notoriedade em 2014, com o álbum Newton’s Apple.



11) Onewe

A banda existe desde 2015, porém desde então já passou diversos nomes diferentes, até no ano passado, finalmente se firmar como Onewe. Mas isso não afetou na linguagem de seu som, que mistura pop rock e R&B, com alguns raps no meio de algumas músicas. O quinteto tem dois EP’s lançados, Feeling Good Day (2016) e o segundo mini-álbum, Make Some Noise (2017). No ano passado, lançaram alguns singles digitais nas plataformas de streaming.



12) Nada 

Ex-integrante de um girlgroup, Nada hoje é uma rapper em carreira solo que, com mais liberdade para criar, conquistou um grande público. A cantora também tem sua própria gravadora e trabalha em sua linha própria de maquiagem atualmente. Nada já veio ao Brasil duas vezes e gosta muito de alguns cantores brasileiros, como Anitta. O reggaetton brasileiro e o funk são dois de seus ritmos favoritos também. 



13) Wasted Johnnys 

Misturando um pouco de blues e garage rock, a Wasted Johnnys chama atenção para além de seu som enérgico, mas também pelo carisma da vocalista, Angie An. A banda possui dois EP’s lançados que valem a pena serem conferidos.



14) Dean

Embora tenha somente um EP, Dean é bem conhecido não somente na Coréia do Sul, mas nos Estados Unidos também. Sua carreira traz bastante colaborações com outros artistas conhecidos e hoje é um dos maiores representantes do R&B coreano.



15) Romantic Punch

Quem conhece o Romantic Punch agora nem imagina que, na verdade, eles começaram como uma banda de rock cristão. Após mudarem de nome e adotarem Romantic Punch, a banda formada em 2013 se tornou bastante conhecida no cenário indie da Coréia do Sul.



16) Bye Bye Badman

Formada por amigos de escola, a banda começou sendo influenciada pelo rock alternativo e britânico. Porém, seus últimos lançamentos (de 2017), trazem o uso de sintetizadores, dando uma vibe mais eletrônica. 



17) Dynamic Duo

Em atividade desde o início dos anos 2000, o Dynamic Duo é, talvez, um dos maiores nomes do hip hop da Coréia do Sul. Embora sejam reconhecidos por trabalharem mais esse gênero,o duo traz em algumas músicas bases mais melódicas e pitadas de R&B, fazendo com que as batidas sejam gostosas de ouvir e não se tornem entediantes, pois sempre há uma variação diferente.



Playlist da Coréia do Sul Sem Grupos de K-Pop

Para fechar claro que teríamos uma playlist no Spotify do Hits Perdidos para acompanhar a lista toda. Não deixe de seguir nosso perfil por lá para conferir playlists exclusivas!

-> Siga o Hits Perdidos no Spotify <-