A alguns anos eu tinha uma coluna no Crush em Hi Fi chamada Sinestesia na qual comentava o trabalho de curadoria dos profissionais por traz de filmes, curtas e séries. É uma ótima forma de ligar aplicativos como Soundhound, Shazam, musiXmatch, MusicID e tantos outros e ter na mão novas descobertas para a sua playlist. Bastou assistir as duas temporadas de Sex Education, série da Netflix, para cogitar escrever um pouco mais sobre como a Soundtrack é realmente boa.

A série britânica que tem como locações a Inglaterra e o País de Gales. A Série da Netflx foi lançada em Janeiro de 2019 acaba de ser renovada e já tem até trailer oficial para a terceira temporada divulgado (Confira).

Fato é que a trilha sonora é tão bem orquestrada que muitas das canções parecem ter sido feitas especialmente para aquelas cenas. Que vão desde masturbação, passando falhas na hora “H” a momentos picantes. Fato é que existem clássicos mas também existem ótimas bandas. Como, por exemplo, a norueguesa Sløtface que saiu recentemente em nosso Especial de bandas da Noruega (Confira).

Hoje traremos para vocês uma playlist recheada com as melhores músicas da trilha sonora de Sex Education. E olha que o conflito de gerações que acontece entre millenials e boomers não se restringe a apenas ao roteiro, e também as músicas apresentadas.

A Trilha Sonora de Sex Education tem The Cure

Para terem uma ideia só no primeiro episódio temos artistas como Muddy Waters, King Khan e Billy Idol. No segundo temos Bikini Kill, Small Faces, A-Ha, INXS e A Flock Of Seagulls.

Mas a série não para de apresentar para uma nova geração hits incríveis e artistas que brilharam a não tanto tempo assim, Beth Ditto (The Gossip) e Grizzly Bear, aparecem ao mesmo tempo que DEVOViolent Femmes, The KnackTalking Heads e The The revivem os anos 80. O funk aparece com o Parliament, Funk Poppas e o Positive Force, assim como as batidas em canções de Confidence Man e Spring Edge.

O rock e a música inglesa, claro, não ficaria de lado e bandas como The Smiths, Supergrass, UB40, The Psychedelic Furs, UltravoxA Certain Radio. Músicas confessionais de artistas como Al Green (“Tired Of Being Alone”), The Cure (“Boys Don’t Cry”) acabam aparecendo…e tudo isso apenas na primeira temporada de Sex Education.


Sex Education


Sex Education: 2ª Temporada

A segunda temporada, assim como a primeira, também conta com 8 episódios e os resgates musicais continuam em alta por parte dos curadores. E já começa com uma do Scala & Kolacny Brothers versão para “I Touch Myself” do Divinyls, AIR (“Sexy Boy”), conta com Rod Steward (“Do Ya Think I’m Sexy), joga baixo trazendo Fleetwood Mac (“Everywhere”) e Frankie Goes To Hollywood.

A trilha sonora da série da Netflix é tão boa que não deixa de fora “Cosmic Dancer” do T.Rex, dá um jeito de colocar parte do The Damned com Captain Sensible (“Happy Talk”), põe todo mundo para dançar em “What Is Love” (Haddaway). A melancolia aparece quando precisa com “Pale Blue Eyes” do The Velvet Underground.

Um ótimo resgate é também do Roxy Music, na trilha sonora de Sex Education rola até mesmo “Love Is The Drug” e no mesmo episódio ainda temos Clarance Carter (“Slip Away”). Na mesma vibe dançante temos “Hold Me Down” do Thompson Twins que entra justamente em uma cena de masturbação. Assim como The Capitols (“Cool Jerk”).

Discotheque da Série Netflix!

A discoteca vibra em canções como “Destination Uknown” do Missing Persons, “Don’t Go” do YAZ , The Osmonds com “Having A Party”, “Freed From Desire” da GALA, “Love Missile F1-11 (Ultraviolence Mix) do Sigue Sigue Sputinik. Além, claro, do clássico “I Promise” do When In Rome.

Sex Education: Elenco e Hits Perdidos

Mas o mais bacana é a versatilidade e trazer do esquecimento ótimos artistas de outrora como Screamin’ Jay Hawkings (“Itty Bitty Pretty One”), Richard Hell (“Betrayal Takes Two”), CAN (“I Want More”), Symarip (“Skinhead Moonstomp”). O The Sonics (“Shot Down”) também traz suas guitarras inflamadas.
Assim como Billy Ocean (“Love Hurts Without You”), Cass Elliot (“Make Your Own Kind Of Music”), Dustin Springfield (“Wishin’ and Hopin'”) e The Stranglers (“Peaches”).

Artistas como Sufjan Stevens, Sharon Van Etten e Grizzly Bear aparecem em momentos mais delicados dentro do drama adolescente. Na trilha até mesmo entra cover para “I Can’t Chance” (LCD Soundsystem) na voz de Ezra Furman.

Sex Education: Elenco conta com Emma Mackey (Maeve Wiley), Asa Butterfield (Otis Milburn), Ncuti Gatwa (Eric Effiong), Gillian Anderson (Dr. Jean Milburn), Connor Swindells (Adam Groff) entre outros.

O interessante é justamente como a trilha dialoga com as desventuras de Otis Milburn, um adolescente com dificuldades em iniciar sua vida sexual mas que acaba por acidente se tornando terapeuta sexual.

Maeve Wiley vive um drama de abandono familiar, desequilíbrio financeiro e emocional o que acaba ganhando contornos durante a trilha sonora de Sex Education. Assim canções folk entram em momentos mais delicados, o Funk e a dance music durante as festinhas e os romances ganham trilhas vintage. As descobertas e as dúvidas perante a sexualidade acabam aparecendo nos mais diversos personagens de Sex Education, dos principais aos coadjuvantes.

Sex Education: 3ª Temporada (Trailler)

Agora é esperar a terceira temporada para garimpar mais sons. Confira o teaser!



Playlist Sex Education no Spotify

É claro que não íamos comentar a trilha sonora de Sex Education e não deixaríamos com vocês uma Playlist com as Melhores Músicas da Série da Netflix. Para Playlists Exclusivas Siga o Hits Perdidos no Spotify!

Siga o Hits Perdidos no Spotify