A Habibi Funk Records é um selo de relançamentos com sede em Berlim, Alemanha, dedicada ao jazz, funk árabe e todos os sons orgânicos dos anos 70 e 80. Foi co-fundado por Jannis Stürtz, que também trabalha como DJ usando o nome Habibi Funk.

Stürtz começou a se interessar pelo gênero em 2002, viajando para o Marrocos e descobrindo algumas histórias e jóias raras pelas lojas de discos em Casa Blanca, a maior cidade do país. Algumas coisas foram encontradas em porões em fitas nunca tocadas, com músicas sem título e caídas completamente no esquecimento. Com o consentimento das famílias dos músicos, tudo está sendo compilado e lançado da forma que deveria ser.

Além do gosto adquirido pelas obras, Stürtz se atentou as suas responsabilidades:

“Se você é um selo europeu ou ocidental e está lidando com músicas de artistas não europeus, obviamente há uma responsabilidade especial de garantir que você não reproduza padrões econômicos históricos de exploração, que é a primeira coisa quando se trata de ao aspecto pós-colonial do que estamos fazendo.”

Aqui listarei 10 discos que o DJ Habibi vem relançando com seu selo:

Fadoul: Al Azman Saib


habibi funk


O primeiro disco que moveu DJ Habibi a garimpar histórias e discos foi Fadoul, na cidade de Casablanca em sua primeira viagem ao Marrocos. Fadoul fez sua reinterpretação de “All Right Now” do Free nesse disco gravado em 1970 e nunca visto a luz do dia. Escute “Al Zman Saib”.

Ahmed Malek: Musique Originale De Films



Músico de jazz e música tradicional da Tunísia, num clima melancólico e reflexivo na medida certa. O disco foi relançado graças ao contato com sua filha, que adorou a ideia e liberou muito material que Malek havia guardado antes de sua morte. O resultado está ai! Escute “Bolero” mais um lançamento da Habibi Funk Records.

Ahmed Ben Ali: Subhana


habibi funk


Ahmed Ben Ali é um músico de Reggae do Líbano. Iniciou seu estúdio em Benghazi em 2008, onde grava todos os instrumentos e compõe as letras. Ali também trabalha como engenheiro e provavelmente é o único músico vivo dessa matéria. Escute “Subhana”.

Ibrahim El Hassan: Original Sudanese Tapes


habibi funk


Esse seria o achado dos achados, pois se tratam de fitas perdidas de música do Sudão nunca antes tocadas, em um porão no Cairo. Nem mesmo as faixas tem títulos e mesmo assim conseguiram o seu relançamento. Escute as faixas no Bandcamp.

Cathargo: Alech


habibi funk


Cathargo foi fundado no final dos anos 70 com a dissolução e, digamos, união das bandas Dalton e Marhaba Band quando decidiram que a união os faria melhor que competir durante as noitadas em bares locais. A banda toca uma disco/funk que já seguia nas bandas anteriores e tocou bastante em rádios locais da Tunísia, fechando grandes shows. Escute “Alech”.

Ahmed Malek & Flako



Ahmed Malek entra na lista novamente pois no fim de sua vida descobriu um outro caminho musical com sintetizadores. Mais uma descoberta graças as master tapes fornecidas por sua família! O disco foi editado por Flako, um fã de música eletrônica e sintetizadores. Mantendo fielmente a estética que Ahmed gostaria. Escute o disco no Bandcamp.

Al Massrieen: Modern Music


habibi funk


Assim como o disco sugere, Al Massrieen já produzia música moderna nos anos 80. Música eletrônica e synthpop do Egito! Escute: “Ebda’Men Gedid”

Kamal Keila: Muslims And Christians



Com certeza um dos meus discos favoritos de todos os relançamentos, é o de Kamal Keila. Conhecido como o Fela Kuti do Sudão, começou sua carreira em 1960 mas nunca havia lançado um disco. Ainda assim, tivemos a sorte de terem sido encontradas duas fitas com cinco músicas cada que Kamal Keila havia feito de sessões em rádios.

Musicalmente encontramos a influência do afrobeat, jazz e funk americano. Suas letras tentavam driblar a censura com grandes discursos sobre o clima político do Sudão na época, orando pela união de todos e pedindo a paz entre muçulmanos e cristãos. Além do canto do destino dos órfãos da guerra chamado “shmasha”. Escute “Agricultural Revolution”.

The Scorpions & Saif Abu Bakr: Jazz Jazz Jazz


habibi funk


Outra grande banda de jazz que chegou a excursionar com Kamal Keila pela Africa, nos anos 80. A banda quase perdeu todo seu material devido ao golpe de Omar Al-Bashir no Sudão e sua dissolução. Esse relançamento marca a volta de Seif Abu Bakr do Kuwait ao Sudão e novos ensaios com o Scorpions já estão acontecendo. Escute “Saat Alfarah”.

Issam Hajali: Mouasalat Ila Jacad El Ard


habibi funk


Issam Hajali lançou seu disco de estréia logo após a dissolução de sua banda Ferkat Al Ard, na qual era principal compositor. O disco do Libanês era uma raridade, havia sido lançado apenas 75 cópias e simplesmente desaparecido.

Gravou o disco quando passou um tempo na França, exilado, devido ao golpe de Omar Al-Bashir no Sudão. Uma fusão de folk com influências iranianas e árabes é o que você encontra nessa raridade. Escute “Mouasalat Ila Jacad El Ard”.

Playlist com as bandas da Habibi Funk Records

Para fechar claro que teríamos uma playlist no Spotify do Hits Perdidos para acompanhar a lista toda. Não deixe de seguir nosso perfil por lá para conferir playlists exclusivas!

-> Siga o Hits Perdidos no Spotify <-