Após a queda dos dentes de leite, La Leuca ensaia seus próximos passos.

A jovem La Leuca, de Florianópolis (SC), faz bom uso da fusão do Dream Pop e de uma Psicodélia para lá de açucarada. A transição para a maturidade é um grande ponto de partida. E talvez a leveza de sua psicodelia ainda tão pueril, que dê toda a tônica.

Na época que conheci o som delas, selecionei o clipe para passar na telinha da Play TV.

O quarteto é formado por Mariana Cagliari (guitarra), Nena (voz e guitarra), Dora Hoff (baixo) e Carol Werutsky (bateria). E neste mês de agosto completa dois anos de sua fundação.

O que já contamos para vocês lá no dia 23/08, olha só, de 2018!

Mesmo ainda muito jovens, elas já contam na bagagem com uma série de turnês pelo país. E isso definitivamente transparecerá nos próximos passos da carreira. Mas por enquanto iremos conhecer uma espécie “lado B” do EP de estreia, Dente de Leite.


La Leuca Dente

La Leuca – Foto Por: Letícia Durlo


O Fechamento de um Ciclo

Para fechar um ciclo e se sentirem livres para voar ainda mais longe, as meninas lançam hoje Dente de Leite (Deluxe) via DECK. Que mesmo suas faixas bônus soando mais experimentais, era para terem sido lançadas lá atrás, em 2018 (de forma completa). Mas que por motivos de força maior: foram guardadas para outro momento.

Prestes a compor um novo álbum cheio, elas não quiseram deixar este registro dos primeiros dias para trás. São 4 faixas inéditas, com acabamento e estética lo-fi, mas que demostram por sua vez como os primeiros dias tem seu frescor.

A Ninfa

Na última semana as catarinenses também disponibilizaram um videoclipe. A faixa escolhida foi a potente “Ninfa” e a produção audiovisual ganhou bastantes metáforas. Mas mais do que isso, o tema que ela atenta é urgente! E até por isso nas próximas semanas terão um espacinho reservado novamente no Udigrudi!

“Essa música fala sobre a sexualização e objetificação extrema da mulher, e da criança mulher. Ela é inspirada no filme Anjos do Sol, que conta sobre prostituição e tráfico infantil no Brasil, e também na música Flores Horizontais da Elza Soares.

É um tema muito triste e real, e que me toca duma maneira bem particular…”, conta Nena (vocalista da La Leuca)

A produção da peça audiovisual é assinada por Bárbara Baron. A diretora é formada em Artes Visuais pela UDESC e também foi a responsável pelo roteiro, produção, maquiagem e figurino. Ufa!

Já a edição foi realizada pela Gosto Ruim. O registro conta com a ajuda de mulheres envolvidas no cenário independente de Floripa. Entre elas Vitória Saiago que atua como atriz e também acumula as funções de produtora e booker do quarteto. D.I.Y!



Ouça La Leuca

Confira também a Resenha do Primeiro EP.