[Premiere] Bomfim derrete guitarras e destila emoções em seu primeiro EP

O cenário é gélido feito a ponta de um iceberg flutuando no meio do oceano. O ar bate na pele mas é o coração que está em chamas e se desmanchando na imensidão. Sentimental, conflituoso, introspectivo e latente, é esse o espírito do EP de estreia da banda catarinense, com um nome um tanto quanto otimista, Bomfim.

Na ativa desde 2017 o trio de dream pop / shoegaze é formado por Marcelo Silva (ex-vocalista da banda Ursulla) nos vocais e guitarra, Gabriela De Liz, no baixo, e Guilherme Garbin (Tia Pecúnia e ex-Superbrava) na bateria, e agora após um ano e meio de trabalho lança nesta sexta-feira (12/04) seu primeiro EP, Vazio.

Mesmo com pouco tempo de estrada eles já se apresentaram ao lado das bandas Terno Rei e gorduratrans que quem acompanha o Hits Perdidos já conhece.


CapturBomfim
Bomfim lança hoje em Premiere no Hits Perdidos seu primeiro EP. – Foto: Divulgação

Bomfim – Vazio (12/04/2019)

O lançamento dos catarinenses, que sai pelo selo Nuzzy Records, teve  produção, mixagem e masterização de Marlon Lopes (Adorável Clichê), além da pré-produção feita por Vinícius Ferreira, e baterias gravadas no Martial Records.

Assim como o disco de estreia da Adorável Clichê, que entrou na Lista de 50 melhores de 2018 do Hits Perdidos, o registro passa por temas como saudade, nostalgia, medo e solidão. A sonoridade flerta com camadas experimentais, distorções e conta com atmosfera imersiva.

Ouça também no Deezer | Youtube | Google Play | Itunes



Feito a ressaca do mar, as guitarras introduzem “Arrepio” que particularmente tem vocais que me levam direto para Something About Airplanes (1998) do Death Cab for Cutie.

Inclusive a linha de ficar indo e voltando, dá a ilusão de estar preso em uma rota, como a letra por sua vez recita. Entre confusão, explosão e distorções, as memórias de um passado que ainda corrói, se contorcem e reverberam no horizonte.

Nostalgia e solidão! São estas as sensações que “Astronauta” nos passa através de seu tom espacial, gélido, colérico e inerte. Atenção para as linhas de baixo que prendem o ouvinte dentro do buraco negro da canção que certamente agradará a fãs de American Football e CHON.

Com a energia de um total eclipse da lua, “Medo”, se resguarda na solidão e emana todo o peso da cobrança e das expectativas do mundo sobre si. A escuridão ganha protagonismo e expõe as fragilidades do eu-lírico que parece tentar fugir das sombras do passado.

Com a crueza do shoegaze, e reverbs típicos dos 90’s, volta tem o sabor amargo de quem tem algo não muito bem resolvido. O remoer, e o sofrimento, o consomem feito um cigarro que aos poucos se desfaz no cinzeiro. Naturalmente agradará a fãs de Basement, Pavement, e de tabela, Nirvana, Pixies, Sebadoh e toda aquela geração.


Captura de Tela 2019-04-11 às 18.36.59


O primeiro EP do Bomfim tem como tema Vazio mas mostras camadas de um cenário gélido, sombrio, solitário e bastante particular. Sentimental, ele remói memórias, decepções e traz guitarras melódicas e linhas de baixo que destilam no horizonte. O trio catarinense está só começando mas tem potencial para agregar ao novo cenário de dream pop / emo / experimental nacional.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s