Os Melhores Videoclipes
Nacionais de 2018

Já tivemos por aqui recentemente a lista de Melhores Videoclipes da Audiência do Udigrudi na Play TV. Agora chegamos com a lista de preferidos do Editor do Hits Perdidos.

Os critérios a cada dia ficam mais apurados e você sabe como um videoclipe bem feito pode criar interesse por ouvir uma banda. Então a dica que fica é: Pense em um roteiro consistente, interativo, intrigante e saia do básico de gravar “alguns takes da banda tocando” (e fica por isso mesmo).

Tente pensar como telespectador ou como alguém que tirou 5 minutos do “trampo” para ver seu vídeo. Lembrando que nem sempre uma mega produção tem o melhor resultado, nunca se esqueça que tudo começa com uma boa ideia.


Melhores Clipes2018


Lista: Videoclipes 2018

Janeiro
Fevereiro
Março
Abril
Maio
Junho
Julho
Agosto
Setembro
Outubro
Novembro
Dezembro

Todas as listas acompanham playlists devidamente postadas no Spotify do Hits Perdidos. Mas ficou faltando a lista das listas. Os chamados melhores videoclipes lançados no ano passado, é começo de 2019 mas ainda estamos em tempo!

Critérios

Para isso decidimos usar alguns critérios para a seleção como: fotografia, adequação a estética, qualidade da produção audiovisual e entretenimento. Cada categoria com pesos diferentes.

Outro critério importante é que cada mês teria um “vencedor” e que também teríamos menções honrosas em casos onde os vídeos estiveram muito próximos de terem sido o melhor do mês. Animações também ganhariam um espaço diferenciado e seriam julgadas em outra lista.

JANEIRO

Vencedor:
Francisco, El Hombre “Tá com dólar, tá com Deus”



Para criticar a rotina repetitiva do dia-a-dia de trabalho, a Francisco, El Hombre de Campinas (SP), no dia 10/01 lançou o videoclipe para a dançante e carnavalesca “tá com dólar, tá com Deus”.

A desvalorização do valor humano também é outro alvo de críticas da canção presente no álbum Soltasbruxa lançado em 2016. O clipe foi dirigido e produzido pela dupla Los Pibes, em parceria com a produtora Awake Film. Além dos integrantes da banda, o vídeo tem como protagonistas João Campany e Felipe Saleme.

Confira também a lista de Janeiro que contou com 76 clipes e a playlist do Spotify logo abaixo.



FEVEREIRO

Vencedor:
Lupa “Lunático”



Desde 2017 os videoclipes da Lupa de Brasília (DF) tem se destacado por aqui e desta vez não foi diferente. A faixa escolhida desta vez, com clipe lançado no dia 28/02, foi o segundo single do álbum Lupercália (2017), “Lunático”.

O video que foi produzido pela Toranja Filmes e conta com a direção de João Gabriel Caffarelli é literalmente ligado nos 220V. Com direito a tortura e protesto. No vídeo eles questionam o que chamam de violência contra a individualidade de cada um, e pregam pela aceitação.

Confira também a lista de Fevereiro que contou com 68 clipes e a playlist do Spotify logo abaixo.



MARÇO

Vencedor:

Marrakesh “Moonhealing”



A banda curitibana Marrakesh no dia 23/03 disponibilizou o videoclipe para “Moonhealing”, a faixa estará presente no álbum Cold as a Kitchen Floor que sairá no dia 13/04 através do selo paulista Balaclava Records.

O vídeo que tem a cara dos vídeos nonsense que passavam durante as madrugadas da antiga MTV Brasil foi dirigido por Fernando Moreira.

Confira também a lista de Março que contou com 83 clipes e a playlist do Spotify logo abaixo.



ABRIL

Vencedor:

Homens de Melo “Lá Sei



No mês passado a banda Homens de Melo, de São José dos Campos (SP), elaborou um faixa-a-faixa contando mais sobre seu recém lançado disco por aqui.

No dia 04 de abril eles lançaram o videoclipe para a faixa “Lá Sei”. O clipe foi dirigido e editado por Larissa Vescovi e teve como atores Isabela Alcantra, Beca Diniz, Miguel Nador, Yago Carvalho, Mariana Bibanco, Gabriel Sielawa e Tamara Maria Cardoso. Assim como o álbum, o vídeo carrega uma narrativa muito poética através de tons acizentados. Vale a pena conferir o clipe que conta com um ótimo roteiro e fotografia.

Confira também a lista de Abril que contou com 70 clipes e a playlist do Spotify logo abaixo.



MAIO

Vencedor:

Jonas Sá “Puberdade”



Um dos clipes que mais se destacaram no mês pela ótima produção foi o de “Puberdade” do carioca Jonas Sá. O vídeo foi lançado no dia 18/05 e veio para impulsionar o lançamento de seu terceiro disco, Puber. O clipe foi dirigido por Pedro Freiro e co-dirigido pelo próprio Jonas.

“Lembramos de “No Money Down” de Lou Reed, “Come To Daddy” do Aphex Twin e daquelas máscaras realistas realmente perturbadoras. Como seria legal fazer uma máscara dessas de mim adolescente para nosso filme, afinal, a canção escolhida é PUBERDADE.”, relata o artista

“…E aí a gente volta pro filme e quando eu olho pra equipe vejo velhos amigos.

Pedro Freire estava lá durante a toda a minha adolescência. Daniel Venosa – que assina a fotografia – aos 17 me fotografava pros meus primeiros shows. Ele é sócio da Cosmo Cine, produtora do clipe. Priscila Lima é uma atriz fantástica e quem usa a máscara (assinada pelo Marcelo Amp) é o multi-talentoso Tadeu Bijous.

Júlia Rocha, diretora de arte, fez a capa do meu álbum “BLAM! BLAM!”(2015). Fred Siewerdt que já havia trabalhado comigo no clipe de GIGOLÔ, assina a edição e Julio Marcello e Bruna Fonyat – que recentemente fizeram o lyriclipe de AIMORÉ – voltam pilotando os efeitos visuais.

Um dia, essas filmagens serão elas mesmas uma memória e o clipe uma fotografia. E as recordações são elas mesmas corpos que mudam no infinito das nossas cabeças. Como estarão em alguns anos?”, finaliza Jonas

Confira também a lista de Maio que contou com 101 clipes e a playlist do Spotify logo abaixo.



JUNHO

Vencedor:

Bruno Del Rey “Começou, Tem Que Ter Fim”



O grande destaque para o videoclipe do Bruno Del Rey foi justamente sua imersão nas décadas de 50 e 60, dando a ilusão de que por alguns minutos voltamos para aquela época. Principalmente para os programas de auditório que fizeram fama naqueles tempos. Inclusive para sua produção foram usados equipamentos analógicos e instrumentos vintage.

“Busquei isso de maneira ainda mais intensa, pensando nos arranjos e composições, no jeito de cantar e até no formato de gravação que chegasse o mais próximo possível desse som que olha para trás mas propõe-se para frente”, ressalta o músico.

Confira também a lista de Junho que contou com 100 clipes e a playlist do Spotify logo abaixo.



JULHO

Vencedor:

Oto Gris “Brilhos Negros”



No dia 17/07 a banda cearense Oto Gris lançou o videoclipe para “Brilhos Negros”, este que é o primeiro single do novo EP, sucessor de Avôa, que sairá em novembro.

O interessante é que o videoclipe brinca com a “Belle Epoque” e os primórdios do cinema. Justamente por ser um anti-clipe, me lembrou de cara “ceci n’est pas une pipe” de René Magritte.

No elenco o vídeo conta com Soledad, Jonas Gomes, Victor Bluhm, Davi Serrano e Thor. A própria banda assina a direção enquanto Aline Belfort ficou responsável pela direção de fotografia.

Confira também a lista de Julho que contou com 102 clipes e a playlist do Spotify logo abaixo.



AGOSTO

Vencedor:

Garotas Suecas “Não Tem Conversa”



Um dos clipes mais potentes lançados em Agosto foi “Não Tem Conversa” da banda paulista Garotas Suecas. Os destaques ficam tanto por sua linguagem visual como por sua mensagem reta e direta. Assina a direção e roteiro Gabriel “KOI” que na produção teve em sua equipe Dannyhell e Caique POI. O vídeo foi lançado no dia 14/08.

“Escolhemos a música mais incisiva do disco, com letra do Pedro Abramovay, para falar de alguns assuntos que precisam ser discutidos: eles estão mais do que nunca inadiáveis.

O clipe é nossa segunda parceria com o coletivo NVVE MVE (de Objeto Opaco) e quisemos reforçar essa linguagem de tecnologia corrompida, de rede em desintegração, de comunicação truncada, de erro, que achamos ter muito a ver com o que pensamos em Futuro do Pretérito como um todo, e que também casava muito com essa letra em especial. Frente a certos posicionamentos, não existe conversa possível”, complementa Irina Bertolucci, que está na frente dos vocais da faixa.

NVVE MVE (Lê-se “Nave Mãe”), é um coletivo audiovisual composto na sua linha de frente por 4 jovens artistas. Fundada em 2017, a partir do descobrimento e identidade artística de cada um, desenvolveu uma essência própria do coletivo, servindo como uma assinatura.

Confira também a lista de Agosto que contou com 110 clipes e a playlist do Spotify logo abaixo.



SETEMBRO

Vencedor:

Criolo “Boca de Lobo”



No dia 30/09 o rapper paulistano Criolo lançou o videoclipe, ou se preferir obra de arte, para “Boca de Lobo”. O clipe dirigido por Denis Cisma traz tantas referências que muitos brincaram de ficar procurando, listamos algumas aqui:

0:01 – Pessoas batem panela enquanto prédio pega fogo;
0:03 – Incêndio em prédio no Paissandu SP;
0:15 – Referência a Rafael Braga, preso por garrafa de pinho sol;
0:16 – Incêndio do Museu Nacional, RJ;
0:21 – Crítica sobre uso indevido das redes sociais;
0:30 – Escândalo das merendas;
0:35 – Apagões;
0:44 – Referência a V de Vingança;
0:48 – Socorrista com uniforme PEC55 (Pec Teto de Gastos – Sucateamento da saúde pública);
0:55 – Referência a Marcos Vinicius assassinado ao voltar da escola;
0:58 – “ Está por vir. Um louco está por vir. Shinigami, deus da morte, um louco está por vir.” Shinigami é associado ao suicídio – Morte da democracia pelos próprios eleitores; 1:30 – Buraco no metrô em 2007 – Custo de 1 bi.;
1:34 – Minas com lenço verde – Movimento pró descriminalização do aborto na América Latina;
1:46 – Farra dos guardanapos, Cabral + ostentando dinheiro público em Paris;
1:47 – “Enquanto isso a Elite aplaude seus heróis pacote seven boys” – Pacote de medidas tomadas pela elite que está no governo.
1:48 – Recatada, “Dólar” – vcs sabem quem;
1:59 – Mel Duarte, Negra nua e crua;
2:17 – Pablo Neruda;
2:28 – Possível referência ao avião de Teori Zavascki;
2:37 – Manifestação dos secundaristas;
2:44 – Mosquito suga petróleo (gringos);
2:52 – Janaína Paschoal em ato pró impeachment;
2:54 – Bancada evangélica;
2:59 – Rompimento de barragem de Mariana;
3:04 – Silhueta de mulher semelhante a Marielle Franco ao dizer: “No Brasil, quem tem opinião, morre.”
3:08 – Cai carro destruído de atentado a Marielle e seu motorista;
3:19 – Helicóptero de cocaína derrubado por um tucano RISOS;
3:22 – Primo de Aécio com Mala de dinheiro;
3:23 – Agro é toxic – “agro é pop”;
3:24 – Não fale em crise, trabalhe.
3:40 – Morcego sobrevoando Brasília – vocês sabem quem

Confira também a lista de Setembro que contou com 113 clipes e a playlist do Spotify logo abaixo.



OUTUBRO

Vencedor:

André Prando Ode à Nudez



O músico André Prando, de Vitória (ES), no dia 22/10 disponibilizou o videoclipe para “Ode à Nudez”, faixa que também é o primeiro single a ser trabalhado do disco Voador.

O clipe inclusive foi gravado no litoral do Espírito Santo e faz uma densa reflexão aos tempos sombrios que estamos vivendo. O filme foi dirigido por Diego Locatelli que contou mais sobre o processo.

“O filme foi projetado de acordo com a descoberta que a música propõe. Ao assimilar que estar nu, ou estar vestido, é uma presença de diversas máscaras, o clipe traz personagens que flutuam sobre esses dois estados e propõe que não há lado da razão”

“Como uma tensão do cotidiano, sem a necessidade de explorar a lisergia ou alucinação. Alejandro Jodorowsky , documentários de dança contemporânea como PINA, do Win Wenders,  e a exploração de mundos paralelos como no seriado Twin Peaks, nortearam a construção do cenário extraordinário que se apresenta em ‘Ode à Nudez’”, finaliza o diretor sobre as referências

Os destaques ficam por conta da fotografia, edição, coloração, linguagem e (o bom uso das) metáforas.

Confira também a lista de Outubro que contou com 68 clipes e a playlist do Spotify logo abaixo.



NOVEMBRO

Vencedor:

TETO PRETO “Pedra Preta”



No dia 22/12 o TETO PRETO (SP) lançou o polêmico videoclipe para “Pedra Preta”. Um vídeo que faz sátira aos moralistas conservadores, traz nudez, artistas trans, muitas luzes, cores, ritmo frenético, aborto, cintaralho e até mesmo a fuga de uma noiva de um casamento.

O local do casório do vídeo é a Casa do Povo, espaço cultural no bairro paulistano do Bom Retiro. O vídeo ainda conta com imagens do incêndio do Museu Nacional que aconteceu este ano.

“Queríamos incomodar, mostrar que estamos presentes. É um recado: a arte está viva, nossa arma é nosso corpo”, declara Loïc Koutana, performer franco-congolês integrante do grupo em entrevista para o jornal Folha de São Paulo

O vídeo foi produzido pela produtora Planalto e foi gravado na semana seguinte à vitória do presidente eleito Jair Bolsonaro.

“Pedra Preta”, feita por Carneosso e André Sztutman, trata-se de um grito, um aborto verde-amarelo, um ritual de celebração do que vivemos e acreditamos”, conta a banda

Confira também a lista de Novembro que contou com 108 clipes e a playlist do Spotify logo abaixo.



DEZEMBRO

Vencedor:

YMA “Par de Olhos”



No dia 07/12 foi a vez da YMA, projeto da Yasmin Mamedio, lançar o videoclipe para “Par de Olhos”. A artista inclusive na semana passada lançou seu debut, Par de Olhos, que certamente agradará a fãs de dreampop, psicodelia e synthpop. Com participação de Fernando Catatau (Cidadão Instigado) nas guitarras, o vídeo tem direção assinada por Gabriele Diola.

Excêntrico, delirante e cinematográfico, é esse o clima do videoclipe. A fotografia é inclusive imersiva, um tanto quanto macabra, e lembra um pouco a atmosfera imersiva dos filmes cult.

Também tem um pouco da aura mágica e misteriosa de Twin Peaks, traz o coelho de Donnie Darko para o primeiro plano e faz um revival anos 80 a lá Stranger Things. O curta ainda conta com a participação de Lau (Lau e Eu).

“A canção fala sobre estar em um impasse emocional e tentar resolver tudo isso voltando para dentro de si, usando as ferramentas dos sonhos e dos símbolos para tentar dar respostas a situações mundanas”, diz YMA.

O vídeo foi lançado em primeira mão na tela de cinema do MIS durante o Music Video Festival 2018, o clipe “Par de Olhos” é um m-v-f- commission, parte de uma série de clipes apoiados pelo festival, que também são exibidos nos cinemas Circuito Spcine (salas CCSP e Cine Olido). Dentro do universos das inspirações são citados os renomados diretores de cinema David Lynch e Ingmar Bergman.

“Eu e a YMA sempre que sentamos juntas temos ideias super malucas. Ela projeta sua criatividade e aprimoro executando. ‘Par de Olhos’ foi fruto de várias dessas conversas regadas a referências visuais e muita imaginação”, completa a diretora Gabriele Diola.

Confira também a lista de Dezembro que contou com 90 clipes e a playlist do Spotify logo abaixo.