Nostalgia, Dream Pop e Psicodelia reverberam no primeiro EP da La Leuca

Acho que a melhor coisa que escrever sobre música pode proporcionar é justamente ter a oportunidade de lidar com bandas em diferentes fases de sua carreira. Muito disso por tentar entender o momento, os conflitos geracionais, os dilemas, as referências e como o mundo contemporâneo acaba refletindo.

A percepção, maneira de consumir e de se comunicar da nova geração acaba fazendo com que elos sejam criados e velhos hábitos comecem a ser deixados para traz. Se para alguns é um choque, para outros é a resposta. Mas de fato é algo necessário ainda mais no momento político-social que estamos vivendo.

Pude conhecer o trabalho da La Leuca de Florianópolis (SC) através da Bianca Rhoden que me enviou o videoclipe para “Saliva Salina” e me impressionei de cara por notar que eram garotas bem jovens já se aventurando no universo mágico do Dream Pop / Pop Psicodélico. Logo selecionei o videoclipe para passar na telinha da Play TV.


LEUCA
La Leuca (SC) acaba de lançar seu primeiro EP pela Deck. – Foto Por: Lara Albrech

O quarteto formado por Mariana Cagliari (guitarra), Nena (voz e guitarra), Dora Hoff (baixo) e Carol Werutsky (bateria) neste mês de agosto completa um ano de sua fundação e já conta na bagagem com uma boa turnê pelo Brasil.

Recentemente as garotas estiveram tocando nas cidades de Brasília, Goiânia, Uberlândia, São Carlos, São Paulo, São José dos Campos e Rio de Janeiro. Os festivais também já estão de olho e elas já puderam se apresentar no Winter Summer Fest em Curitiba (2017), no Psicodália deste ano, e no Festival Saravá (2018).

Bem longe de casa elas já sabem: banda se constrói na estrada.

Mesmo com o pouco tempo de banda elas já tiveram a oportunidade de tocar ao lado de bandas relevantes do cenário alternativo brasileiro como Carne Doce, Musa Híbrida, Letrux, Bike, Hierofante Púrpura, Muñoz, Winter, Cora, YMA entre outros.



La Leuca – Dente de Leite (06/07/2018)

O EP por si só faz um passeio na nostalgia na inocência da primeira infância. Não é à toa que o trabalho já se inicia com vozes de crianças na vinheta “Vai Ser”. O universo da experimentação da psicodelia e dream pop já fica notável na doce “Saliva Salina”.

O trabalho das guitarras chama a atenção pelas camadas cativantes e pops da canção que da a impressão de girar em círculos feito um gira-gira que vai ficando acelerado e lisérgico. O swing do baixo deixa a atmosfera ainda mais flutuante.

Ao mesmo tempo que a letra pareça em um primeiro instante provocante, sua leveza deixa tudo com uma energia muito positiva e até mesmo inocente. Fãs de Boogarins e do disco Em Busca da Viagem Eterna (2016) do Bike na hora vão se identificar.



Já o clipe dirigido por João Ricardo Cararo mostra elas se divertindo por dunas, praia, com direito a imagens dos bastidores e shows da banda. O efeito da coloração, delays e de fita VHS deixam a energia da música ainda mais nostálgica e sentimental.



“La Marque” é curtinha, tem apenas 52 segundos, e imerge na psicodelia servindo como uma boa introdução para “Diferente de Mim” que já chega com um punch envolvente com riffs de guitarra típicos do Dream Pop que irão cair no gosto de fãs de DIIV. Seus versos são marcantes e feitos para cantar junto.

Aquele pop chiclete para jogar para a galera mesmo e com letra sobre as transformações e novos caminhos que a vida nos proporciona. As chances de recomeçar do zero e de enxergar o mundo sob uma nova perspectiva. Se o EP fala tanto sobre nostalgia, esta bate direto no coração do ouvinte que já pôde ver sua vida mudar em questão de um piscar de olhos.

Quem tem a responsabilidade de fechar Dente de Leite é justamente “Ninfa” que musicalmente é a mais madura das canções. Uma balada de 5 minutos mas com uma densidade que a difere das outras composições. Uma canção sobre as ninfas, sejam elas mitológicas ou apenas jovens descobrindo os mistérios e prazeres da vida.


LEUCA DUNAS EDITADAS-57
Agora ficamos no aguardo de um álbum cheio. – Foto Por: Vitória Saiago

O primeiro EP da La Leuca, de Florianópolis (SC), é jovial, lisérgico, nostálgico e cheio de ambiências que fazem com seus pouco mais de 12 minutos passem feito um tiro. Pop, psicodélico e se aventurando pelo revival do Dream Pop, o registro traz as memórias da infância a tona e finaliza deixando pistas do que está por vir.

Divertido, leve e doce. Chamam a atenção “Ninfa” e o açucarado – e inocente – single “Saliva Salina”. Recomendado para fãs de Boogarins, DIIV, Bike e My Mygical Glowing Lens.


Gostou da La Leuca?

Confira então uma playlist criada pelo Hits Perdidos com 68 bandas da neo-psicodelia brasileira.

A playlist conta com sons das bandas: Almirante Shiva, Tagore, Molodoys, Marrakesh, My Magical Glowing Lens, Catavento, Quarto Ácido, Boogarins, Bike, Os Chás, Supercordas, The Outs, Astralplane, Ema Stoned, Rios Voadores, PapisaCiganaCachalote Fuzz, Transquarto, Congo Congo, Terceiro Olho de Marte, Aura, Glue Trip, Supervibe, Trem Fantasma, Cérebro Eletrônico, Do Amor, Van der Vous, Mopho, Laranja Freak, Oruã, Bonifrate, Luneta Mágica, Winter WavesTertulia na Lua, Peixefante, Chá de Gim, Cassino Supernova, Pedro Salvador, Bolhazul, Vintage Vantage, Maglore, Soledad, Cafe Republica, Aminoácido, Blind Horse, Cobalt Blue, Diego Xavier, Os Gringos, Bicho-grilo, Jude, Soundlights, Salve Jurema, Drapula, Palamar, Orquestra Abstrata, Megalomaníacos, Joe Silhueta, Moldragon, Monstro Amigo e A 25ª Experiência, Marte Roga, Headless Buddha, Anjo Gabriel e Os Subterrâneos e La Leuca.         


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s