[Faixa a Faixa] Olympyc comenta sobre as inspirações de seu disco de estreia

Nos últimos dias chegou o CD da Olympyc por aqui. A banda está na ativa desde 2015 e conta com integrantes com trajetória significativa dentro do cenário independente nacional.

O trio conta com Samuel Fraga que é músico – e produtor – e acompanha artistas desde 1998. Já esteve com Criolo (No na Orela), Siba (como baterista no disco Avante), Otto e Gui Amabis, Cidadão Instigado e Fernando Catatau. Atualmente também é integrante da banda de Tulipa Ruiz.

Marcelle que  lançou 0ne oh 1 em 2012 e Equivocada em 2017, integrou a banda que acompanhou Anelis Assumpção na turnê Legalize it – Anelis interpreta Peter Tosh como backing vocal.

Já Fabiano Boldo é multi-instrumentista e já acompanhou no palco nomes como Rafael Castro, Tulipa Ruiz, Maurício Pereira, Curumin, O Terno, Apanhador Só, Ana Larousse, Tatá Aeroplano, Andréia Dias, Leo Cavalcante, Nevilton, Pélico, Zé Pi, Sara não tem nome e Camila Garófalo.

Toda essa bagagem se justifica no disco de estreia do projeto, este que foi lançado no fim do ano passado de maneira totalmente independente. Como eles mesmos frisam.

Fato é que o álbum tem uma gama interessante que passa por estilos como Funk, Punk, Surf, Post-Punk, Eletrorock, Eletrônica, Reggae e outras tantas influências indiretas que conseguem fazer com que o registro dialogue com o mundo contemporâneo.


Olympyc_crédito Patricia Araujo 4
 Olympyc –  Foto Por: Patrícia Araújo

O disco consegue passar as mais diversas sensações. Ele começa introspectivo – e mântrico – com funk bem calibrado e cai na pista de dança logo em seguida. Em certos momentos é visceral e energético.

Contestador em sua essência, o registro flutua pelas sensações, sentimentos e epifanias. Sejam elas sensuais, como também em certos momentos românticas. Flexível, o repertório consegue agitar a pista de dança e ser rock’n’roll (sem perder a compostura).

Mas nada como eles mesmos para falar sobre o disco com mais propriedade.

Leia enquanto aprecia o disco!



“Apneia ” é nossa balada aquática. Abre o disco e também foi uma das primeiras mÚsicas a ficar pronta. O tema é mesmo a vida aquática, a comtemplação aos seres aquáticos tão mais maleáveis. Foi composta como um mantra.”

“Pista vazia” é um funk 80’. Feita pra chorar dançando e depois dançar de tanto chorar e depois cansar mas não pirar, mas pode pirar também.”

“Carolina” para exaltar as mulheres, os corpos, a nudez, a liberdade, é claro. É uma crônica em rock destx observador(a) sobre essa Carolina.”

“UhDarling” é a balada tropical do disco, nosso “Sexual Healing”. Dá pra tocar nas pistas jovens e descoladas mas foi feita pros bailes da terceira idade. Nosso Sinatra Bibol (Fabiano Boldo) assumindo os vocais pela primeira vez – primeira de muitas.

“Banging” é um funk inspirado no Michael Jackson, basicamente.”

“Nau” tem um quê de mistério, uma aura pós punk. Uma influência de Ariel Pink. na letra há um certo deboche ao revival a que estamos habituados quando escolhemos com quem transar (risos).”

“Pode” faixa mais eletro rock do disco, também remete ao pós punk e à psicodelia rave. A gente sente um clima de perseguição automobilística também.”

“Madrugadas a fio” essa é a balada da nossa redenção ao romantismo.”

“Isso é coisa” é um punk feminista.”

“Drink” é um punk rock rural.”

“Balada do infinito” a nossa balada romântica e triste de verdade. O Fabiano acha que essa era pra ser do Pink Floyd.”

“Haxixbectabac” um funk inspirado em George Clinton. Funkadelic. A gente não quis trazer nenhum debate à tona, só mesmo brincar com a fonética das palavras, mas o debate vem bem a calhar :)”.

Olympyc no SON Estrella Galicia

Nesta Sexta-feira 13, que também é Dia do Rock, o trio Olympyc se apresenta no projeto SON Estrella Galicia com participação especial de Tulipa Ruiz.

A casa abre às 21h e o show acontece às 22h no teatro do Estrella Galicia Estação Rio Verde. Inclusive você pode adquirir seu ingresso antecipado aqui. Vale lembrar que o show comemora o lançamento físico de seu álbum de estreia.


OLYM


Serviço:
Olympyc recebe Tulipa Ruiz
Onde: Son Estrella Galicia

Data: 13 de julho (Sexta-Feira)
Abertura da casa: 21 hs / show 22 hs
Ingresso: R$ 15 (primeiro lote), R$ 20 (Segundo lote) e R$ 30 (porta)
Venda Online
Endereço: Rua Belmiro Braga, 119 – Vila Madalena
Evento no Facebook
Telefone: (11) 3034-5703

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s