Pacóvios inaugura temporada 2018 com nova identidade visual e muitas novidades

O Pacóvios é um site que assim como o Hits Perdidos tem como o foco o cenário de música independente nacional. Inicialmente era um portal de cultura pop em geral tendo espaço para cinema, quadrinhos, filmes, séries e música.

Três anos depois muita coisa mudou, inclusive a equipe que antes era gigantesca hoje em dia se resume ao Cainan e ao Gabriel, cada um com a sua função e soma para que o Pacóvios continue aspirando por novos ares. A identidade foi sendo consolidada ao longo do tempo e muitas coisas simplesmente deixaram de funcionar.

2018 vem para ser um ano grande para o site que após um 2017 recheado com parcerias, com a Mutante Radio e o Cansei do Mainstream no tributo O Verão do Amor, promete muitas novidades.

Um veículo de mídia independente para continuar precisa de pequenos incentivos e as vezes eles vem através de grandes entrevistas com seus ídolos. Em 2016 o Cainan teve a oportunidade de entrevistar por exemplo nomes como Odair José, Nei Van Soria, já em 2017 veio a oportunidade de conversar com o Frank Jorge, lenda do rock gaúcho.

Cainan também escreve para o Scream & Yell, faz parte da equipe do blog do Minuto Indie e vê com bons olhos a existência de outros blogs. Acha que isso motiva com que continue a traçar metas, planos e a renovar o conteúdo.

A partir disso a dupla chegou a conclusão que o Pacóvios precisava de novos ares. Muitas coisas já não faziam mais sentido para eles, como a identidade visual, o logo e template. Até por isso eles fecharam a casa para uma grande reforma e agora voltam com tudo.

Para contribuir no processo foi convocada Yasmin Kalaf – também parceira do Cainan no selo independente Cavaca Records – que é a grande responsável pela nova identidade visual. O resultado pode ser visto logo abaixo.


capa site vermelha


[Hits Perdidos] Queria que contassem sobre os primeiros dias do site, dificuldades em entender o que queriam com a plataforma e que falassem sobre a decisão em enfocar no independente.

Cainan: “O site surgiu na época da faculdade, eu sempre quis fazer alguma atividade extra, até que um dia chegou um e-mail recrutando colaboradores para um blog da instituição, a ideia era que eu comentasse algumas publicidades brasileiras históricas, por um tempo deu certo, mas depois o projeto desandou. Depois ainda colaborei num outro site sobre cultura, mas queria criar algo, pra poder fazer as publicações no meu tempo.

Não demorei e recrutei os amigos mais próximos para ajudar na criação do blog, escolhi o nome e fomos pensar num logo, escolher o tema. Pronto, estava no ar. Ai foi exportar a breve experiência que eu já tinha para as publicações no Pacóvios.

Quando começamos falávamos sobre cinema, séries, quadrinhos, mangás e muita coisa além da música. A equipe também era muito maior na época, mas cada um dos colaboradores foi seguindo seu caminho e eu achei melhor por não recompor, todo mundo era muito importante pra ser substituído.

Focar no cenário independente foi só uma consequência das minhas escolhas, quando surgiu o site eu já me identificava com o cenário da música independente, agora, quase três anos depois, eu montei um selo, frequento muitos shows, conheço muitos artistas e por isso falar sobre o ambiente ao qual estou inserido é uma coisa muito prazerosa, o site tem que ser divertido, tanto pra quem escreve quanto pra quem vai ler. Mas ainda falaremos de vez em quando sobre alguma coisa ou outra de mainstream, gringo, rock latino que eu tanto gosto…”

[Hits Perdidos] Atualmente a equipe é formada por quem? Quem faz o que? Quais os projetos de extensão do canal?

Gabriel: “Atualmente a equipe é basicamente formada por mim (Gabriel) e o grandessíssimo Cainan Willy que arquiteta toda a parada, ele que faz toda a produção para o conteúdo do site, e escreve a maioria dos textos. A minha parte, até o momento, está como o conselheiro e editor de todo o conteúdo audiovisual que passa pelo site.

Pretendemos agora de cara nova, dar start em uma nova fase para o blog, com novos quadros, fortificar as parcerias antigas e fazer novas, organizar melhor o conteúdo, saber quem realmente é o nosso público alvo, e focar única e exclusivamente na música, com o objetivo de crescer a comunidade que nos acompanha.”

Cainan: “Além do site, nós temos um programa semanal na Mutante Radio, ano passado experimentamos diversas formas de apresentar o programa, faixa a faixa, entrevistas, locuções malucas e por ai vai. Agora estamos pensando numa forma de trazer mais participação do público e dos artistas pra esse projeto.” 

[Hits Perdidos] Como chegaram a conclusão que estava na hora do re-branding da marca e o que mais incomodava na antiga formatação?

Gabriel: “Após 3 anos de vida do blog, muitas idas e vindas e muita gente boa que passou por esse tempo com a gente, e fizeram a diferença. Por questões do destino, e de divergências na disponibilidade de alguns integrantes do grupo, restaram ativos, apenas eu e o Cainan.

Resolvemos então, que tinha chegado a hora de dar um passo a mais, de virar a página e de começar uma nova etapa para o blog, uma etapa que pretende mostrar tudo aquilo que foi lapidado aos poucos e aprendido durante esses anos. Acho que realmente é utilizar de toda experiência que tivemos, para melhorar em um todo a parada.”

Cainan: “Eu me incomodava bastante com o logo, achava o burrinho simpático, mas, ao mesmo tempo, muito infantil e também sentia que ele tirava nossa credibilidade em alguns momentos. Esse foi o start pra tudo que aconteceu e ainda está por acontecer nas mudanças.”

[Hits Perdidos] Como foi o processo, desafios e como decidiu renovar o branding do site? O que queria transmitir no resultado final?

Yasmin: “A ideia de renovação da identidade visual do site veio naturalmente, com anos passando, o blog crescendo coisas precisam ser renovadas e atualizadas.

Precisávamos de uma identidade visual que refletisse melhor a nova fase do blog e como ele tem crescido. Queríamos algo mais solido que se comunicasse melhor com o público.

Para o desenvolvimento da identidade nova tive como inspirações e conceitos principais Juventude, transparência e urbanidade e o Brasil.

Queríamos trazer mais leveza para o site se comunicar melhor com o publico. O Pacóvios tem como essência dividir experiências e criticas com toda a pureza e verdade, quis trazer isso para o logotipo com o conceito de transparência.

Me inspirei bastante em ambientes urbanos como São Paulo, um lugar onde muitas coisas acontecem, muitas pessoas se conhecem, trouxe essas inspirações para as imagens de apoio que serão usadas para posts, e outras finalidades. Todas são fotografias analógicas que tirei com o passar dos anos, são fotos de cidades, prédios e cotidiano. Muitas delas são imagens não muito nítidas e com bastante movimento que ilustra bem o dia a dia nas cidades como São Paulo.

Outra grande inspiração foi o Brasil, como o Pacóvios é um site prioritariamente sobre musica independente Brasileira quis trazer isso para as cores, o verde que ilustra a natureza e o vermelho que simboliza a força do povo brasileiro e nossa persistência.”


POCHACO


[Hits Perdidos] Agora que a largada para 2018 está feita, quais os planos para o andamento, teremos novidades? Para as bandas que queiram enviar material, qual seria o procedimento adequado?

Cainan: “Ainda teremos muitas novidades, 2018 vai ser um ano de muitas experimentações, a ideia é evoluir bastante com base em tudo que já vivemos e queremos viver, podem esperar algumas experimentações em relação aos textos, aos quadros, eventos e, claro, a Mutante Rádio, não queremos deixar esse projeto parar nunca.

Quem quiser entrar em contato para sugerir uma pauta no blog, pode enviar um e-mail, com release, links para audição e fotos para o nosso e-mail: contato@pacovios.com.br. Acho que esse é o melhor caminho, porque sempre vou dando uma olhadinha conforme o tempo vai permitindo.”

[Hits Perdidos] Quais discos estão com maior expectativa para que sejam logo lançados? Quais mais gostaram dos que foram lançados no ano passado? 

Gabriel: “Bom, eu gosto de muitos estilos músicas diferentes, tenho um pouco de dificuldade quando é preciso escolher alguns e não outros, porém vou tentar ser mais direto na resposta (rs).

Um dos melhores discos da cena em 2017, para mim, foi o Japanese Food do compositor baiano, Giovani Cidreira. É um disco que traz uma sonoridade diferente, que tem a força de me transportar para algum lugar que ainda não sei qual, fazia um tempo que um disco não fazia isso comigo.

Claro que tivemos muitos álbuns fodas, e que cada um tem o seu valor. Maglore por exemplo, arrebentou em 2017. Já para o lado do rap, Baco Exu do Blues fez um álbum bem original e que também fazia tempo que não via algo do tipo. E o Criolo, que me surpreendeu bastante com seu álbum totalmente voltado para o samba de raiz (um dos estilos que mais gosto). Mas para não me estender muito acho que um novo álbum do Giovani (que eu creio que nem está em produção) seria algo que gostaria de escutar.”

Cainan: “Eu tô realmente ansioso pra saber o que os Titãs vão produzir, agora que o Paulo Miklos lançou um dos melhores discos de 2017 eles devem estar armando um disco bem explosivo, bem oitentista, gosto bastante desse resgate. Fora isso tô de olho no que meus amigos andam preparando, isso realmente me deixa esperançoso, me sinto cercado por artistas talentosos o tempo inteiro.

Entre meus favoritos de 2017 tem muita coisa diferente, o que é bem legal, curti muito Abc Love, Kiko Dinucci, Curumin, Felipe S e espero ver um pouco mais dessa mistura criativa dos elementos brasileiros e que artistas e bandas desse naipe fizeram.”

Playlist

Já que o papo é retrospectiva 2017:

Ouça e siga a playlist do Hits Perdidos com sons de bandas independentes que lançaram discos e singles no ano passado.


Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s