Os Melhores Clipes Independentes lançados em Janeiro + Playlist no Spotify

Ano novo e tempo de mudanças no Hits Perdidos. O ano passado foi marcado pelo grande sucesso dos listões de videoclipes que até deram origem a um estudo super detalhado sobre a produção audiovisual do independente brasileiro.

Desta vez resolvi fazer algumas alterações nos moldes. Teremos mensalmente a lista de melhores clipes do mês, outra de lyric videos e uma terceira de sessions.

Neste mês de fevereiro trarei os melhores que saíram no último mês e que merecem destaque. Claro que o listão continua democrático e no fim você encontrará uma playlist no youtube –  e Spotify – com os 76 coletados ao longo do mês.

A produção independente cresce a cada dia que passa e o investimento na divulgação também. Em uma geração em que poucos escutam um disco do começo ao fim, o artifício dos web clipes tem sido uma boa maneira de expor seus trabalhos.

E estes são feitos de todas formas, com alto ou baixo custo de produção. Com ideias mais certinhas a criativas. No fim das contas o que interessa é eternizar aquele momento e expor seu trabalho com a estética que mais convém atrelar a imagem da banda.

Em janeiro inúmeras bandas começaram a divulgar seus curtas promovendo singles antigos ou que estarão presentes em seus futuros álbuns ou EP’s. Reunimos 76 clipes lançados neste mês que mostram alguns dos novos talentos da música independente brasileira. O que impressiona, termos uma média de 2,45 clipes sendo lançados no independente por dia. Na lista temos artistas de 17 estados.

OS SELECIONADOS TAMBÉM FAZEM PARTE DA PLAYLIST CRIADA ESPECIALMENTE PELO HITS PERDIDOS PARA ETERNIZAR OS VÍDEOS LANÇADOS NESTE MÊS DE JANEIRO. NOVO ANO PEDE NOVOS FORMATOS DE DIVULGAÇÃO. ALIÁS NÃO DEIXE DE SEGUIR O PERFIL DO HITS NO SPOTIFY!


1 Abraskadabra “The Dream”



A experiente banda curitibana Abraskadabra no dia 23/01 divulgou seu novo single, “The Dream”, através de um clipe. O video dirigido por Guilherme Lepca conta com uma divertida animação feita por Axel Giller e Daniel Duda à partir das ilustrações do Angelo Utrabo e Guilherme Lepca. O single estará presente no álbum Welcome que será lançado no dia 20/02. 


2 AKEEM Music feat. Dé Silveira “Extraordinary In The Ordinary”



Muitas vezes para um videoclipe ser bom não é necessária uma mega produção e sim uma boa ideia. A prova disso é o mais recente vídeo do porto alegrense AKEEM Music, em parceria com o Dé Silveira, para a faixa “Extraordinary In The Ordinary” que foi lançado no dia 17/01.

O clipe mostra os músicos tocando em um teatro e brinca com a “multiplicação” dos elementos da imagem. A canção estará no primeiro disco da banda, The Real Meaning of Revolution, only Astromers Know, que saiu no segundo semestre de 2017.


3 Dinamite Club “Stop Making Stupid People Famous”



Dinamite Club de São Paulo lançou seu videoclipe através de um formato “inusitado”. Além do vídeo ter sido gravado dentro de um elevador apertado, eles disponibilizaram o clipe para “Stop Making Stupid People Famous” no stories do instagram da banda e do selo deles, HBB, durante uma semana. Isso mesmo, durante 7 dias ele foi repostado religiosamente todos os dias – e só depois disso ele foi liberado no youtube.

A direção e captação do vídeo foram feitas por Leandro Assai e Bruno Massao. Já a edição ficou por conta do Bruno Peras. A faixa está presente no disco Nós Somos Tudo o Que Temos que foi lançado no ano passado.


4 Holger “Trapaça”



Após 4 anos sem disco de inéditas, os paulistanos da Holger tem planejado um novo álbum para este ano. Enquanto isso não acontece, eles disponibilizaram o colorido – e bonito – videoclipe para “Trapaça”, faixa presente no álbum Holger (2014) que foi lançado através do selo Balaclava Records.

O clipe foi dirigido por Rafael Aflalo, foi produzido no estúdio de Pedro Bruno e montado por Marcelo Vogelaar. Os integrantes aparecem desenhados com tinta feito uma “aquarela”, os responsáveis pelos efeitos são o diretor e sua esposa Fernanda C. Branco Aflalo.


5 Francisco, El Hombre “Tá com dólar, tá com Deus”



Para criticar a rotina repetitiva do dia-a-dia de trabalho, a Francisco, El Hombre de Campinas (SP), no dia 10/01 lançou o videoclipe para a dançante e carnavalesca “tá com dólar, tá com Deus”.

A desvalorização do valor humano também é outro alvo de críticas da canção presente no álbum Soltasbruxa lançado em 2016. O clipe foi dirigido e produzido pela dupla Los Pibes, em parceria com a produtora Awake Film. Além dos integrantes da banda, o vídeo tem como protagonistas João Campany e Felipe Saleme.


6 República Popular “NVMFDA”



Após a animação de “Curió” ter sido eleita uma das melhores de 2017 no Hits Perdidos, os manauaras da República Popular disponibilizaram no dia 15/01 o videoclipe para a curtinha “NVMFDA”.

O single faz parte do disco Húmus, que será lançado no primeiro semestre deste ano e traz como temática uma homenagem ao Estado do Amazonas. Inclusive os integrantes no vídeo estão ornados com pintura facial, remetendo à cultura indígena.

A direção é assinada pela própria banda, a montagem e animação foram feitas por Almir Chiaratti e Mateus da Silva. Já a direção de fotografia é assinada por Américo Viana.

“Cada personagem desses ambientes que construímos possui seus próprios conflitos e suas maneiras de lidar. Sendo assim, contrastes de amor e desilusão, depressão e superação estarão presentes por todo o disco refletindo fases, momentos e locais de um indivíduo”, conta Vinítius Salomão, vocalista e guitarrista.

“É algo bem menos pretensioso, apenas a banda brincando e fazendo graça em frente à câmera. Queríamos  fazer algo psicodélico, pro clipe não ficar tão dentro da caixinha assim. Buscamos influências nos clipes de Bon Iver e Tame Impala, mas que parecesse um trabalho de orçamento mais baixo, até ‘lo-fi’ eu diria, como os clipes do Mac DeMarco”. – completa o vocalista e violinista Igor Lobo sobre as referências


7 MDNGHT MDNGHT “Colora”



MDNGHT MDNGHT de Brasília (DF) lançou logo no dia 05/01 o videoclipe para “Colora”, faixa presente no EP de mesmo nome. O vídeo foi dirigido por Anderson Freitas que teve como assistente de direção Henrique Cintra e assistentes de produção Maurício Barcelos e Henrique Mendes.

Com direito a muitas cores, como não poderia deixar de faltar, bela fotografia – e até mesmo esculturas – eles brincam com toda a movimentação e posicionamento de câmera. É pela simplicidade que vale a lembrança deles na lista.


8 Monoclub “Perseguição”



Lifestyle e espontaneidade talvez sejam as coisas que mais aproximem uma banda do contato mais próximo com o fã. Pensando nisso a Monoclub de Sorocaba (SP), produziu um vídeo para a faixa “Perseguição” com imagens registradas durante a turnê pela América Latina.

Lançado no dia 24/01, ao invés de dar foco apenas as apresentações e mostrar o público presente eles foram atrás de registrar momentos do dia-a-dia, como a estrada, festas e até confraternizações. O vídeo foi captado e editado pelo fotografo sorocabano Bruno Fujii durante turnê que passou por 3 países e durou 19 dias.

Segundo a própria banda:

“‘Perseguição’ é o primeiro lançamento do ano e mostra um pouco do que foi essa viagem, que trouxe novas experiências, novas trocas, inspiração, muita correria e os perrengues de uma turnê totalmente independente. A música aborda um tema acerca das questões atuais da sociedade, sentindo a necessidade da desconstrução dos pensamentos segregadores enraizados na mente humana para abrir espaço ao respeito mútuo.”


9 Picanha de Chernobill “Anhangabablues”



O videoclipe dos gaúchos da Picanha de Chernobill para “Anhangabablues” chegou até a ganhar matéria com direito a entrevista com a banda no Hits Perdidos.

Uma das faixas do mais recente disco do grupo que mais se destaca perante o público é a canção “Anhangabablues”. Que além de ser a mais executada nas plataformas de streaming (Ouça no Spotify) é a mais pedida durante as apresentações ao vivo. O que poucos sabem é que ela foi inspirada em amigos que tem nas ruas seu lar. Na dureza da rotina e na luta por sobreviver.

Sendo assim na quarta-feira (17/01) foi disponibilizado o videoclipe no youtube e este conta com imagens dos amigos Dentinho’, o Francisco, a Duda, a Rita, o Júlio, o Alexandre, a Elza, o José, entre tantos outros.

O vídeo conta com a direção e edição de Matheus Mendes, produção de Airon Fidler Filmes e teve suas imagens captadas por Edu Felistoque, Willian Prado, Matheus Mendes, Bia Morra, Grupo D4W, Andy Marshall e Samir Raoni. O local escolhido para as gravações não poderia ser outro além do Vale do Anhangabaú.


10 Supercombo “Morar”



No dia 31/12 – que convenhamos tá mais para 2018 que para 2017 – foi a vez dos capixabas da Supercombo disponibilizarem seu mais novo clipe, “Morar”. Faixa que integra o álbum Rogério lançado em 2016.

O roteiro do clipe se desenvolve através das fases da lua, sendo ela o “norte” da canção e que interage com os dois personagens do vídeo. Para a concepção do clipe foram usadas como locação as cidades: locações de cidades como Bofete, Cotia, Caraguatatuba e São Paulo. A direção é assinada por Cléber Cardoso.

Escolhemos abrir o ano lançando o clipe de uma das músicas mais tocadas ao vivo pela banda e ouvida pelos fãs. Morar é sobre um ritmo diferente de vida, uma mudança de hábitos, achamos que tinha tudo a ver com essa época de virada”, explica o vocalista e guitarrista Leo Ramos.


11 O Grande Babaca “A Gente Bebe”



Quem acompanha o Hits Perdidos com certeza já ouviu falar do projeto do paulistano Gabriel Olivieri, O Grande Babaca. Inclusive quando saiu o EP Ansiedade Mata fizemos uma resenha com direito a entrevista por aqui.

Este ano finalmente sairá o primeiro álbum do músico. O disco se chamará É Disso! e tem previsão de ser lançado em março. No dia 25/01 o primeiro single do disco, “A Gente Bebe” foi disponibilizado através de um videoclipe que foi gravado em plena virada do ano.

O amadurecimento e sonoridade da canção mostram que irá surpreender quem ouviu o primeiro EP. Com direito a beat dançante, trabalhado em sintetizadores e baterias eletrônicas o artista diz beber de elementos do Jazz Fussion.

O clipe foi gravado no Cavalo Estúdio. Estúdio que além de ser sócio (e morador) foi o local das gravações. Sua narrativa fala sobre vulnerabilidades e inseguranças emocionais que nascem em meio a noitadas e bebedeiras.

Segundo o artista, o clima confortável e íntimo foi crucial para o desenvolvimento do trabalho: “Algumas doses de tequilas e todos meus amigos viraram atores e dançarinos. Aí fica até fácil fazer um clipe”, brinca Gabriel.


12 Diadema “Soda e Vodca”



O poder de um bom roteiro e uma ótima animação – que lembram os tempos da MTV Brasil – que colocaram o clipe da banda Diadema, do ABC Paulista, entre os destaques da lista.

A faixa em questão é “Soda e Vodca” e conta a história de uma noite regada a álcool, desentendimentos e azaração. O roteiro é assinado por Allan Sieber, a direção por Mariana França e a concept art por Pablo Carranza.


13 Filipe Ret “A Libertina”



No dia 23/01 o rapper fluminense Filipe Ret lançou o videoclipe para “A Libertina”. O vídeo foi gravado em Cancún e contou com a direção de Gabriel Camacho e roteiro de Douglas Martins​ e Kayuá.

O grande destaque do vídeo é justamente a fotografia e adequação ao seu estilo. A faixa estará presente no álbum Audaz que tem lançamento programado para este ano através da gravadora independente Tudobom Records.


14 Os Thompsons “Medo de Filmes de Terror”



O experiente quarteto punk rocker gaúcho Os Thompsons já começou 2018 lançando seu mais novo single através de um videoclipe. Foi no dia 19/01 que o vídeo para “Medo de Filmes de Terror” foi disponibilizado no youtube.

O vídeo mostra, além da banda tocando, a história de tentar proteger a namorada de seu medo pelos filmes de terror. Simples e divertido você fica vidrado assistindo o clipe.

A produção do videoclipe é assinada pela Subverse Filmes com direção de Sergio Caldas, contando com a participação dos atores Joana Freitas e Rodrigo “Ruínas” Branco. Já a música foi gravada no Hill Valley Estúdio e contou com a produção de Davi Pacote.

15 Old Dog  “O Último Trem”



Direto de Passo Fundo (RS) a Old Dog lançou no dia 15/01 o videoclipe para “O Último Trem”. Este que é o quarto single da banda que passeia pelo southern rock e teve produção de Bruno Philippsen (Roudini e Os Impostores, Reino Elétron).

Já o videoclipe foi dirigido por Ramon Anunciação e é estrelado pelo ator Emiliano Ruschel que participou do premiado filme “Maverick – Caçada no Brasil”.


16  Supervão “C̶RI̶S̶E̶ ̶C̶I̶V̶I̶L̶”



A Supervão de São Leopoldo (RS) lançou no dia 22/01 o videoclipe para “C̶RI̶S̶E̶ ̶C̶I̶V̶I̶L̶” faixa presente no EP TMJNT que foi lançado no ano passado e eleito um dos melhores do ano por diversas listas.

O vídeo foi montado e dirigido pelo artista carioca Andre Ottero. Este que conta com recortes de filmes antigos, reações que expressassem literalmente o significado da letra e efeitos “Vaporwave” em sua construção.


17 Silvino “Discordantes”



O cantor santista Silvino lançou no dia 17/01 o videoclipe para “Discordantes”.

Como documentário francês “120 batimentos por minuto” (dirigido por Robin Campillo, 2017) – que narra os esforços do grupo de ativistas ACT UP na luta contra a Aids – o vídeo também aborda um romance sorodiscordante (quando uma pessoa vivendo com HIV se relaciona com alguém negativo ao vírus).

Silvino utiliza da música para pensar o afeto e questionar as pessoas com os versos “se somos discordantes diga: quem não é?”. Fazendo assim uma reflexão sobre estigmas e preconceitos o cantor vê na arte um caminho para tocar em feridas sociais ainda silenciadas.

O videoclipe que foi produzido pela Dois Pontos Filmes e gravado em um antigo casarão na cidade de Santos, conta com a participação de Hugo Vicente (digital influencer e genderqueer), que performa ao lado do cantor um romance cheio de receios, medos, e quebras de preconceitos.

“Corpos como o meu, que vive com HIV, ou como de Hugo, que é uma pessoa transgênero, tem o afeto muito negado. É sobre a afetividade acima de qualquer coisa. Para quais corpos se direciona o teu afeto?” questiona Silvino.

A fotografia, paleta de cores e adequação ao tema com certeza fizeram com que o vídeo tivesse destaque na lista.


18 Bemti “Gostar de Quem”



O paulistano Luis Bemti, integrante da Falso Coral, decidiu enquanto a banda prepara seu próximo lançamento gravar algumas canção de maneira solo. Assinando o projeto como Bemti. 

“Durante o ano de 2017 minha vida virou do avesso. Terminei um relacionamento longo, passei por várias rupturas com amigos e vários objetivos que eu tinha planejado não se concretizaram. Nesse processo comecei a compor músicas que eram a minha narrativa de reconstrução e de encontrar a alegria e o amor novamente, e que tinham uma pegada mais eletrônica que as músicas da minha banda.

Tocando com o Falso Coral eu ganhei uma confiança que eu definitivamente não tinha antes, e depois de vários meses de aulas de canto com o Lineker, várias músicas compostas sobre esse processo pelo qual eu passei, pensei: ‘Caramba, eu posso fazer uma coisa minha! Foi uma tomada de coragem dupla, porque também seria o primeiro momento em que eu cantaria abertamente sobre ser gay”, conta Luis, que escolheu o nome Bemti para se apresentar

O vídeo para “Gostar de Quem” foi concebido e produzido por ele, que é roteirista e formado em Audiovisual, tem como protagonistas homens que enfrentam uma relação que não segue em frente.

O clipe de foi gravado em um apartamento no centro de São Paulo e tem como protagonistas Bemti, o youtuber Guilherme Pintto, o artista Frederico e o ator Samuel de Assis (que está na segunda temporada da série da Netflix “3%”, mas também já foi destaque na novela Avenida Brasil e nas produções teatrais “Otelo” e “Roque Santeiro”, no teatro Faap).

O roteiro e a montagem são de Bemti, o clipe foi dirigido e fotografado por Thais Taverna (diretora do clipe do Aláfia, “Saracura”), a maquiagem é da Gabi Jovine e a direção de arte ficou por conta da Mariana Nobre.

A ideia principal é mostrar as relações entre LGBTs por uma lente mais amorosa e cotidiana, em paralelo com um simbolismo que representa o que eles estão sentindo. E também tratar de assuntos universais, como a dificuldade em criar vínculos, principalmente quando se é de uma cidade diferente da que se nasceu – que no caso de Bemti, que é mineiro, sua vinda para São Paulo é o ponto marcante -, a superficialidade de relações -, após o advento das mídias sociais e os aplicativos de paquera-, e a impressão que os padrões sempre se repetem.

“Esse projeto solo como um todo fala sobre dilemas e reconstrução pessoal, que são temas universais, mas que eu contextualizei no ponto de vista de um cara gay que mora numa cidade imensa que não é onde ele nasceu. Eu senti a necessidade urgente de falar sobre isso e fazer um clipe sobre isso, porque a questão da representatividade é importantíssima e por estarmos construindo uma rede tão legal de produções LGBTs na música brasileira”, explica Bemti.

“Eu acho incrível essa nova geração de artistas LGBTs tendo destaque nessa luta extremamente necessária por aceitação. Senti que podia fazer “minha parte” realizando meu desejo de falar sobre afeto e mostrando os lados cotidianos das relações LGBTs, os momentos bons e ruins. Criando essas músicas e esse clipe, eu estou criando imagens que eu quero ver e que eu sinto falta. É essa camada do afeto e do dia a dia que me interessa mais. E fazer tudo isso tocando viola caipira me dá uma sensação de produzir algo muito inusitado, o que é um ótimo combustível pra criatividade”. – finaliza o músico.

O disco de estreia já tem até nome, Era Dois, e será lançado ainda no primeiro semestre.


19 Rashid  “Música de Guerra”



O experiente rapper paulistano Rashid lançou no dia 18/01 o videoclipe para a faixa “Música de Guerra”. Esta que é a primeira faixa do disco CRISE. A composição é uma das inéditas no repertório do disco, que compila o projeto serial Em Construção, também lançado como álbum audiovisual.

O vídeo joga com paleta de cores sóbrias, o camuflado das trincheiras como simbolismo. Rashid versa mirando a lente da câmera para declarar sua independência e poetizar verdades cruas. “Música de Guerra” é marcada pela produção de Nave; o clipe tem Tiago Rocha e Slim Rimografia assinando a direção.


20 Criolina “A Menina do Salão”



O duo Criolina de São Luis (MA) lançou no dia 12/01 o videoclipe para “A Menina do Salão”. A faixa integra o álbum Radiola em Transe que foi lançado no ano passado. Seu som faz um mix interessante entre reggae, rock, ritmos regionais, tropicalismo e influências caribenhas (raggamuffin).

Já o clipe foi dirigido por Arthur Rosa França (Diretor de “Freguês da Meia-Noite”, de Criolo), mostra personagens conhecidos de São Luis, uma maneira de homenagear a capital maranhense. Até por isso o cenário escolhido foram o centro histórico da cidade e uma casa de reggae na beira do rio Bacanga (e também próximo às palafitas da ilhinha).


21 HxxX “Contempla”



A banda paraibana HxxX (lê-se Haxixe Xavier) lançou no dia 17/01 o videoclipe para “Contempla”. É inclusive o primeiro clipe deles e foi gravado em São Paulo no final de 2017. A inspiração para a faixa é a poesia de Augusto dos Anjos que é representada por um trecho da rima.

A canção faz parte do EP Santo Regresso e também conta com poemas de Rômulo Melo, retirados do livro “Abrindo as Porteiras”, e uma parte cantada em espanhol por Erik Martinez. A direção, fotografia e edição foram feitas por Emanuel Coutinho. A produção ficou por conta de Rebeca Zavaski e Daniel Jesi.


22 André Sampaio “Alagbe”



Para procurar por referências o artista carioca André Sampaio, ex-Ponto de Equilíbrio, viajou para Mali, Moçambique e Burkina Faso para buscar mais referências musicais. No ano passado ele lançou o sucessor de seu primeiro álbum, Desaguou (2013), Alagbe.

No dia 12/01 ele lançou o colorido e cheio de efeitos para “Alagbe”. Este que conta com direção geral, concepção, design gráfico e edição de Ricardo Fernandes, direção de cena de Rodolfo Vaz e fotografia de Pablo Pasgar.


23 estu!subtropical “Verbo”



O diretor, produtor e compositor curitibano Adriano Esturilho no dia 18/01 lançou o primeiro clipe para seu novo projeto, estu!subtropical. Trata-se da música “Verbo” que, apesar de ter sido composta em 2010, tornou-se ainda mais atual nos últimos meses de embate político entre a população brasileira.

No clipe, o diretor Thiago Benitez reúne personagens polêmicos da política do Brasil, entre eles, Michel Temer, Lula, FHC, Bolsonaro e Eduardo Cunha.

“Com ironia e sarcasmo, a canção tenta escancarar e escrachar o modo preconceituoso com que a elite política, econômica e midiática trata as classes mais populares por meio do seu discurso conservador e que é retratado na letra da canção”, explica Esturilho.


24 Lumière “Fôlego”



A banda paulista Lumière no dia 17/01 disponibilizou em suas redes sociais o videoclipe para “Fôlego”. O vídeo foi gravado em Rohrsdorf, na região de Chemintz (Alemanha) durante uma viagem que o vocalista fez em 2017. A produção é assinada por Thomas Deutchmann, o vídeo foi filmado por Jakob He e dirigido por Moah.

Um dos destaques do vídeo com certeza é a fotografia e paleta acinzentada de cores que combina com o som visceral da banda.


25 Sjáumst “Margo”



No dia 09/01 foi a vez do Luan Machado, vocalista do The Snow Twins, de Osório (RS) através de seu projeto solo Sjáumst lançar o videoclipe para “Margo”. Simples o videoclipe diverte e brinca com os efeitos de delay, stop-motion e distorção do movimento.


26 Der Baum “#Sem Filtro”



A Der Baum do ABC paulista lançou no dia 29/01 o videoclipe para “#SemFilto”. A faixa integrará o álbum de estreia da banda que sairá através dos selos Musikorama Music Records e Howlin’ Records.

O vídeo foi dirigido pelo vocalista e tecladista Ian Veiga que teve como assistentes de luz e fotografia Samuel Cruz e Matheus Müller. Nenê Junior foi o operador de câmera.

“O single #semfiltro é curto e tem uma mensagem bem clara. Enquanto usamos filtros e nos modificamos nas redes sociais mais nos distanciamos de nossa realidade e perdemos a pratica do contato real com as pessoas.

Assim como todos os sons do Album o single foi produzido por Chuck Hipolitho com a banda e para o processo de composição da letra chamamos o incrível Jonnata Doll para colaborar.” – conta o diretor do clipe.


27 LuvBugs “Dias em Lo-Fi”



A banda carioca LuvBugs lançou no dia 29/01 o videoclipe para a faixa título de seu álbum lançado no ano passado via Violeta Discos, “Dias em Lo-Fi”. Esse que tem justamente a estética lo-fi que encaixa perfeitamente com a banda e ainda tem cachorros que todo mundo ama (ou deveria). Aí fica difícil não gostar!

A direção e fotografia foram feitos por Paloma Vasconcellos e Rodrigo Pastore, já a edição foi realizada por Rodrigo Pastore.


28 Walkstones “Chocolate Ball Candy Truffle”



Em abril de 2017 a Walkstones lançou o disco Youths In Brief através do selo pernambucano PWR Records. No dia 23/01 a banda de Sorocaba (SP) disponibilizou o videoclipe para “Chocolate Ball Candy Truffle”, este que foi dirigido por Pedro Catarin.

Com muito glitter, luzes, expressões e uma fotografia bem bacana o vídeo é bastante sensorial. Um bom aquecimento para o próximo disco que deve chegar em fevereiro.


29 Black Days “A Ponte”



A banda paulista Black Days no dia 25/01 lançou o clipe para “A Ponte”. O vídeo dirigido por BNTZ mostra imagens da cidade de São Paulo em lugares como a Avenida Paulista, Hotel Bar, rua augusta, estúdio e a correria do personagem que como a cidade: não para!.


30 André Coruja “Ghosts”



O artista folk André Coruja de Belém (PA) lançou no dia 17/01 o videoclipe para “Ghosts”, faixa presente no álbum Two Trees. O vídeo com bonita fotografia foi dirigido pelo Corujas Creative Lab.


Outros videoclipes

Além dos 30 eleitos como melhores do mês nas playlists do Youtube e Spotify vocês poderão encontrar os clipes dos artistas e bandas:

Color For Shane  “Gravity” (São Bernardo do Campo / SP), Alan Persa “Fim de Tarde” (Natal / RN), SLIM RIMØGRAFIA “GAME RAP” (São Paulo / SP), Fióti feat. Twelve’len “Dá Pra Fazer” (Remix) (São Paulo / SP), Baco Exu do Blues “Facção Carinhosa” (Salvador / BA), Justu “Dela” (Ribeirão Preto / SP), Sinta A Liga Crew “Campo Minado” (João Pessoa / PB), Prince Áddamo “Cartão Postal” (Camacã / BA), Victor Xamã “Encontro das Águas” (Manaus / AM), Badi Assad “Entrelaçar” (São João da Boa Vista / SP), Nêssa “Só Vem” (Salvador / BA), Circo de Fantoches “O Circo Tá Pegando Fogo” (São Paulo / SP), Chris Dortas “Em Pedaços” (Rio de Janeiro / RJ), Quasydarks “Pirâmide” (São Paulo / SP), Marsara “Como você morre hoje” (Rio de Janeiro / RJ), Douglas Dakombi “Seu Melhor (Campo Grande / MS), Nove Zero Nove “Cova Rasa” (Rio de Janeiro / RJ), Raphael Warlock “Gene X” (Florianópolis / SC), Blackjaw “Time To Unlearn” (São Vicente / SP), Detonautas Roque Clube “Por Onde Você Anda” (Rio de Janeiro / RJ), Black Opala “Observação” (Rio de Janeiro / RJ).

Arnaldo Tifu feat. Avante O Coletivo “Não Azeda o Limão” (Santo André / SP), Compositor Fantasma “Ninguém É Autossuficiente” (São Paulo / SP), Sandrão RZO part. Sombra e MR. Bomba “Bons Parceiros” (São Paulo / SP), Paura “Because We Care” (São Paulo – SP), Luciana Pires “Me Convida” (Bauru / SP), Electric Light Pulp “Deceiving Smile” (Serafina Corrêa / RS), 88NÃO! “3 Acordes” (Mauá / SP),  Olívia de Amores “Post-it” (Manaus / AM), Lorena Nunes “Bom dia, Saudade” (Rio de Janeiro / RJ), Maneva “Pisando Descalço” (São Paulo / SP), Bellize “Aquele Sonho Não Morreu (feat. Kalu)” (São Paulo / SP), Beeguas “Monstros Abissais” (Piracicaba / SP), Procurando Kalu “Café Paquistão” (Sobral / CE), Ruxell “Zona Oeste” (Rio de Janeiro / RJ), Banda da Hora “Abelhinha” (Rio de Janeiro / RJ), Robsongs “Barulhos e Pessoas Destroem à Musica Tocando” (São Paulo / SP), Lagum “Não Vou Mentir” (Belo Horizonte / MG), The Radio Droids “The Night Stalker” (São Paulo / SP), Marcella & Seakret “Blow Out (Remix)” (Curitiba / PR), Luiz Lopez “Doeu” (Rio de Janeiro / RJ), Black Lines “The True South American Badass Rock ‘n Roll” (Goiânia / GO), Juca Culatra  “Carimbó do ET” (Belém / PA), Cayo Carig “Minha (Antiga) Vizinhança” (Rio de Janeiro / RJ), Boats “Malogro” (Pau dos Ferros / RN).

PLAYLIST NO YOUTUBE

Preparamos também uma playlist no Youtube com os 75 videoclipes coletados durante o mês de janeiro. Assim quem quiser ver tudo de uma vez basta apertar o play.



Neste mês tivemos o caso do clipe do V.Diasz que apenas conta com videoclipe no Vimeo. Sendo assim estamos postando ele em separado. O videoclipe foi dirigido por Lucci Antunes e foi filmado em São Paulo, em um terraço e buscou mostrar os diferentes tons cinzas com verdes e dourados.



Melhores Clipes Jan18


PLAYLIST NO SPOTIFY


Desta forma chegamos a playlist com os clipes independentes lançados no mês de Janeiro (2018). Dos 76 vídeos do post, 57 possuem as faixas no Spotify. Muito disso por conta que algumas faixas serão disponibilizadas quando o EP ou álbum forem lançados na plataforma e outros pelo artista/banda não ter material por lá.

-> Siga o Perfil do Hits Perdidos no Spotify <-


Para você, qual o melhor do mês?

Advertisements

One thought on “Os Melhores Clipes Independentes lançados em Janeiro + Playlist no Spotify

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s