[Promoção] Acabou a espera! 18 anos após lançar seu álbum clássico, The Get Up Kids vem ao Brasil

23 anos. Este foi o tempo que um dos maiores ícones da segunda leva do emo demorou para fazer seu primeiro show no Brasil. O The Get Up Kids é uma daquelas bandas que cansou de ser citada como referência para muitos artistas, do pop punk ao emo.

O vocalista Matt Pryor até comenta que tal tipo de coisa nunca lhe garantiu mais dinheiro ou visibilidade então para ele isso pouco importa mas que no fundo se sente feliz quando vê alguém indo em direção de sua banquinha de merch entregar um disco antigo para assinar ou o presenteia com um da própria banda.


GET UP
O The Get Up Kids é uma das bandas mais importantes da chamada Midwest emo scene. – Foto: Divulgação

Cap’n Jazz, The Promise Ring, Braid, Jawbreaker, Samiam são algumas das bandas que consolidaram sua geração e ficaram conhecidas como a segunda onda do emo. As três primeiras citadas – e o próprio The Get Up Kids – são da chamada midwest emo scene, sendo Cap’n’Jazz de Chicago, The Promise Ring de Milwaukee, Braid de Champaign (IL) e The Get Up Kids de Kansas City.

Muito longe de Washington da primeira leva do emo, e ainda mais distante da Califórnia, esse período foi bastante promissor para o cenário destes estados. Outsiders e “caipirões” se compararmos com as cenas consolidadas de lugares como Califórnia e Nova Iorque.

Formada em 1994 a banda que conta com Matt Pryor (Vocalista / Guitarra), Jim Suptic (Backin Vocals e Guitarra), Rob Pope (Backing Vocals e Baixo), Ryan Pope (Bateria e Percussão), James Dewees (Teclados / Vocais). Em 1997 veio ao mundo o primeiro álbum Four Minute Mile este que já chamou certa atenção na época e abriu várias portas para a banda.

Embora a consolidação e amor implacável dos fãs veio com seu segundo disco, e clássico: Something to Write Home About (1999). Este que além de venerado ao completar 10 anos ganhou um DVD comemorativo com o disco sendo tocado na íntegra. Por mais que os fãs brasileiros esperem nesta passagem que ele seja tocado desta forma, não será desta vez. Teremos um show que passará por diversas fases da carreira.


something-to-write-home-about
Something to Write Home About o álbum que mudou a vida da banda – e preferido dos fãs – completa neste ano 18 anos.

Depois do sucesso a banda tentou se reinventar e a cada novo trabalho buscou novos elementos e referências para não ficar escrava da fórmula do que deu certo. É até interessante ver a ousadia de alguns discos que buscam inspirações até na música eletrônica.

Após lançar discos com o On a Wire (2002) e Guilt Show (2004) o clima dos bastidores não estava muito bom, o que fez com que eles encerrassem as atividades no meio de uma turnê em 2005.

Isso fez com que eles se dedicassem mais em projetos paralelos e carreiras solo. Destes sendo mais notórios The New Amsterdams, Reggie and the Full Effect, Blackpool Lights e a carreira solo de Matt Pryor.

Lembram do icônico álbum de 1999? Foi ele que fez a banda voltar. Em 2008 eles anunciam o retorno e no ano seguinte realizam uma extensa turnê doméstica para comemorar os 10 anos de seu maior sucesso. Desta reunião vieram 3 EP’s logo em seguida. Em 2011 foi lançado o mais recente disco dos caras, There Are Rules.

Desde então eles se mantiveram na ativa fazendo shows e alternando com seus projetos paralelos, alguns deles já extintos como o The New Amsterdams e Blackpool Lights, já outros ainda ativos como Spoon, Matt Pryor (solo) e Reggie and the Full Effect.

Em sua conta do instagram no ano passado eles anunciaram de maneira enigmática que SIM, temos um novo álbum a caminho. Sobre isso em entrevista para o Hits Perdidos Matt garante que sai algo novo no ano que vem mas não sabe como, o que terá e quando.

Mas antes da entrevista vamos falar de importantes informações sobre os eventos que acontecem nessa semana no Brasil e contar sobre a promoção valendo um par de ingressos para o show em São Paulo!


The Get Up Kids (cartaz da tour)-Powerline


Os três shows em solo brasileiro estão sendo realizados pela produtora Powerline Music, a mesma que trouxe o Basement recentemente. No dia 2 será a vez dos paulistas conferirem o show da banda no Carioca Club que terá a abertura do Hateen e do Horace Green, no dia seguinte a capital gaúcha terá show no El Toro Pub e fechando a turnê latino-americana, o A Autêntica será palco da apresentação em Belo Horizonte.

Promoção show de SP

Para o show de São Paulo estamos fazendo uma promoção em conjunto com a Powerline. Inspirados pela canção “I’ll Catch You” que foi escolhida como pedido de casamento do Mark Hoppus (Blink 182) para sua noiva, levaremos um casal ao show!



Isso mesmo, o vencedor levará um par de ingressos para levar seu amado ou amada. Para participar basta compartilhar o post da matéria do show (de maneira pública), dar like na página do hits e tag namorada/o, ficante, é complicado, ~Crush~, peguete, amizade colorida, “a pessoa nem sabe ainda minha intenção”…ok pode ser só amigo nos comentários.

O vencedor ou vencedora do par de ingressos será anunciado na sexta-feira (01) através de um sorteio. Boa sorte a todos!

PS: 1 – Não seguindo as regras do post o participante será automaticamente desclassificado. 2 – O crush “correspondido” pode participar também assim aumentam as chances de vocês irem juntinhos!

Confira a entrevista com o vocalista Matt Pryor.

[Hits Perdidos] O The Get Up Kids é um dos principais nomes da segunda leva do Emo. Como é para vocês ver esta nova leva de bandas emergindo e citando vocês como referência?

Matt Pryor: “É bem legal. Há atualmente muitas bandas boas e mais jovens.”

[Hits Perdidos] Como foi ver aquele renascimento do pop punk nos anos 00 em que vocês inspiraram tantas bandas e ter visto também a onda meio que morrer nos últimos. Ainda existe espaço para o pop punk no mainstream?

Matt Pryor: “Pop punk não é muito minha pegada mas eu tenho certeza que tem espaço para tudo no mainstream.”

[Hits Perdidos] Vocês mesmo escolheram as bandas de abertura (Hateen e Horace Green). Já conheciam o trabalho delas ou mantinham contato com os membros das bandas? O que conhecem da cena brasileira?

Matt Pryor: “Eu honestamente não sei muito sobre a cena brasileira. Nós checamos as bandas que enviaram para a turnê e estamos animados para vê-los tocando ao vivo.”

[Hits Perdidos] Como é o processo de composição das músicas?

Matt Pryor: “Complicado, mas ótimo.”


The Get Up Kids_portrait_color_FINAL
Canções do clássico álbum de 1999 não ficarão fora do repertório da banda. – Foto: Divulgação.

[Hits Perdidos] Ainda sobre as composições. Como enxergam o amadurecimento das letras com o passar dos anos? Pelo que observo no começo eram com temas mais adolescentes e com o passar do tempo foram indo para outros lados.

Matt Pryor: “Bem, nós escrevemos nosso primeiro álbum quando eu tinha 19 anos então isso faz sentido. Seria ridículo se aos meus 40 eu continuasse escrevendo músicas adolescentes.”

[Hits Perdidos] É bastante comum entre os fãs brasileiros debates sobre os discos lançados após o Something To Write Home About. On A Wire trouxe elementos diferentes, muito além do punk/hardcore presentes nos discos anteriores, trouxe algo de rock sessentista que foi inesperado. Depois da pausa, no There Are Rules, a banda trabalhou bastante alguns elementos de música eletrônica. Como se deu isso dentro da banda e como isso afetou o processo de composição das músicas?

Matt Pryor: “Nós sempre tentamos desafiar a nós mesmo como compositores. Nós todos gostamos de muitos estilos diferentes de música então nós gostamos de tentar novas coisas. Algumas vezes com mais sucesso que outras.


GU
O mais recente álbum do The Get Up Kids já tem 6 anos e um novo álbum está a caminho.

[Hits Perdidos] Já fazem 6 anos desde o último disco e os fãs sempre se perguntam se tem novas composições a caminho. No instagram no ano passado vocês deram meio que entender que algo estava acontecendo. Teremos um novo álbum em breve?

Matt Pryor: “Estamos escrevendo novas músicas. É tão difícil entrarmos na mesma sala para trabalhar. Temos esperança de lançarmos novas músicas no próximo ano. Não tendo certeza do que ou quando será.”

[Hits Perdidos] Matt, existem planos de novos lançamentos do New Amsterdams? E Jim, há probabilidade de lançamentos do Blackpool Lights?

Matt Pryor: “Ambas bandas estão com as suas atividades encerradas.”

[Hits Perdidos] Como vocês lidam com suas canções sendo usadas em pedidos de casamento e coisas do tipo. Mark Hoppus do Blink 182 pediu a mão de sua noiva com “I’ll Catch You”.

Matt Pryor: “Está bem. É uma canção de amor, é para isso que elas existem.

[Hits Perdidos] Após 20 anos do primeiro lançamento é a primeira vez que vocês vem para a América Latina e de quebra logo para uma verdadeira maratona de shows. Como tem se preparado para isso e quais as expectativas? O que outras bandas que já vieram para cá já falaram para vocês sobre a experiência?

Matt Pryor: “Eu não tenho a menor dúvida do que esperar. Nós estamos tentando vir a muito tempo, muito tempo. Estamos animados que isso finalmente vai acontecer.”

Playlist The Get Up Kids


Playlist The Get Up Kids


Para fechar pedi para que o The Get Up Kids criasse uma playlist com bandas que eles amam. O resultado é surpreendente com bandas que muitas fãs deveriam conhecer!
Claro que bandas como Fugazi, Braid, Jawbreaker, Pixies, Knapsack, Joan Of Arc não iam faltar mas Prince, Tom Waits e Richard Buckner podem ser surpresas para muitos!

Para mais playlists exclusivas siga o perfil do Hits Perdidos no Spotify!



The Get Up Kids (cartaz da tour)-Powerline


SERVIÇO

São Paulo

Data: 02/09
Local: Carioca Club
Endereço: Rua Cardeal Arcoverde, 2899 – Pinheiros, São Paulo – SP, 05407-004
Ingressos: 1º lote R$100 (Meia entrada / Estudante / Promocional*)
2º lote R$120 (Meia entrada / Estudante / Promocional*)
1º lote camarote – $170,00 (Meia entrada / Estudante / Promocional*)
2º lote camarote – $190,00 (Meia entrada / Estudante / Promocional*)
Vendas Online
Horário: 17h
Censura: 16 anos
*(Promocional para não estudantes doando 1 kilo de alimento não perecível)

Porto alegre

Data: 03/09
Local: El Toro Pub
Endereço: Av. Cristóvão Colombo, 545 – Floresta, Porto Alegre – RS, 90560-003
Ingressos: Ingressos antecipados promocional *
Antecipados – R$80,00
Porta – R$130,00.
Meia entrada **
R$75,00 – Lote 01 meia-entrada
R$80,00 – Lote 02 meia-entrada
Ingressos Online
Horário: 20h
Censura: 18 anos
*Ingresso promocional: ingressos promocionais, limitados, válidos para qualquer pessoa mediante apresentação de 1kg de alimento não perecível a ser entregue na entrada do show.
**Ingresso meia-entrada: válido para estudantes, idosos e portadores de necessidades especiais. Os documentos para comprovação somente serão exigidos na entrada do show de acordo com a Lei Federal 12.933/13 e Decreto Federal 8.537/15.

Belo Horizonte

Data: 05/09
Local: A Autentica
Endereço: R. Alagoas, 1172 – Savassi, Belo Horizonte
Ingressos: 1º lote $70,00 – 2º lote 80,00
Ingressos Online
Horário: 20h
Censura: 18 anos

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s