[PREMIERE] Para celebrar seus novos rumos pessoais, Yannick lança clipe de versão ao Pato Fu

No dia 15/05 foi lançado o tributo O Mundo Ainda Não Está Pronto homenageando os 25 anos do Pato Fu. Grupo mineiro que atualmente além do trio original composto por Fernanda Takai, John Ulhoa e Ricardo Koctus conta com Glauco Mendes e Richard Neves.

A coletânea reúne diversos artistas do cenário independente nacional dando seu toque em versões para as canções do Pato Fu, as recriando em passeios por estilos como rock, tecnobrega, forró, rap, MPB, folk, stoner rock, psicodelia, experimentalismo e teve a parceria do Hits Perdidos com o Crush em Hi-Fi.



Participam do tributo Antiprisma (São Paulo/SP), Berg Menezes (De Recife/PE mas vivendo em Fortaleza/CE), Capotes Pretos na Terra Marfim (Fortaleza/CE), Der Baum (Santo André/SP) , Djamblê (Limeira/SP), Eden (Salvador/BA mas vivendo em São Paulo), Dum Brothers (São Paulo/SP), Estranhos Românticos (Rio de Janeiro/RJ), FELAPPI e Marcelo Callado (Niterói/RJ), Floreosso (São Paulo/SP), Gabriel Coelho e Renan Devoll (São Bernardo do Campo/SP), Gilber T e os Latinos Dançantes (Rio de Janeiro/RJ), Horror Deluxe (De Pouso Alegre (MG) mas vivendo em Taubaté/SP), João Perreka e os Alambiques (Guarulhos/SP), Lucas Adon (São Paulo/SP).

Lerina (Santo André/SP), Mel Azul (São Paulo/SP), Molodoys (São Paulo/SP), Paula Cavalciuk (Sorocaba/SP), Pedroluts (São Paulo/SP), Serapicos (São Paulo/SP), Silvia Sant’anna (São Paulo/SP), Subcelebs (Fortaleza/CE), The Cabin Fever Club (São Paulo/SP), The Outs (Rio de Janeiro/RJ), Theuzitz (Jandira/SP), TucA e Thaís Sanches (Campina Grande/PB mas vivendo em São Paulo/SP), Valciãn Calixto (Teresina/PI), Venus Café (de Volta Redonda/RJ mas vivendo no Rio de Janeiro/RJ) e Yannick com Camila Brumatti (São Paulo/SP).

Yannick Feat. Camila Brumatti – “Eu Ando Tendo Sorte”

Nesta sexta-feira o rapper Yannick faz Premiere do videoclipe para sua versão da faixa “Eu Ando Tendo Sorte”, esta originalmente composta para o álbum Não Pare Pra Pensar (2014) dos Patos. A escolha pelo dia 25 de Agosto foi por conta do aniversário da vocalista Fernanda Takai que completa 46 primaveras hoje. Parabéns Fernanda!

“Eu ando tendo sorte
Por pouco não bati o carro
E até escapei da morte
De um acidente assim bizarro

Eu espantei o azar
O fogo não pegou em tudo
Foi sorte eu estar lá
Na hora do incêndio começar”  Trecho de “Eu Ando Tendo Sorte” do Pato Fu

Em sua versão Yannick explora da técnica de fazer rap rápido e perspicaz em menos de um minuto, através do trap. A faixa foi produzida por Everton Beatmaker, natural de Juiz de Fora (MG) e conterrâneo dos Patos. A mixagem e masterização foram feitas por por Blakbone, já as gravações aconteceram no estúdio Live Station.

Tendo em sua introdução a participação da cantora Camila Brumatti que adiciona doçura aos versos originais da canção. A partir disso o rapper compõe novas rimas que de certa maneira que dialogam com o seu primeiro EP solo, Também Conhecido Como Afro Samurai (2016).



O clipe foi gravado na ETEC de Artes localizado no bairro de Santana em São Paulo e teve a direção Seiji Hara e Henrique Ferraz. Rápido e sucinto sua cena inicial tem como referência a capa do disco Isopor (1999) ideia que veio de Camila Brumatti que colabora na versão. Para transmitir a mensagem da passagem do tempo o vídeo foi feito com a estética do VHS, tecnologia que se fez presente nos anos 80 e 90.

“Eu escolhi gravar esse clipe na ETEC de Artes porque é o que fala a música, “E eu sobrevivi, renasci, foi o não que virou sim”. Eu voltei a estudar até por uma questão pessoal, eu queria que fosse lá o local. O local de meu renascimento artístico, o lugar que eu estou estudando. Atualmente na fase do TCC. E chamar as pessoas que estão envolvidas no projeto, você como idealizador do tributo (Rafael do Hits Perdidos), a Camilla que canta, o Caio que trabalha e já foi aluno da ETEC de Artes – e é cantor e também músico.

O que a letra traz com inspiração teve total identificação e sinergia com o local, né? Eu acho que estar vivendo esse momento na ETEC de artes me proporcionou a expandir minha criatividade, a ter mente aberta. Tanto para aprender e absorver como para aplicar e por isso a escolha do local.

A ideia que queria passar no som é isso: querer ampliar mais a palavra sorte. Para não ficar na coisa do acaso e sim daquela coisa de você poder por ação nas coisas, ter boa vontade e mente aberta para estar realizando os objetivos da vida.” conta Yannick 


me dou um abraço
Da esquerda para direita: Rafael (Hits Perdidos), Yannick, Caio e Camila. – Foto: Divulgação
Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s