Punk 77: Festival celebra os 40 anos do estilo que virou o mundo de cabeça para baixo

“And All The Punks Listen To Ska At The Punk Rock Party” já dizia a banda paulistana Holly Tree no fim dos anos 90. Muito antes disso em 1977, a lenda do reggae, Bob Marley já tinha celebrado a união em seu som, “Punky Reggae Party”.



O que muitos não sabem é de onde veio a ideia desta canção. Na realidade a canção escrita por Bob é uma saudação ao The Clash por ter feito uma versão de “Police and Thieves” em seu primeiro LP (Ouça o Disco no Spotify). A canção original é de autoria de Junior Murvin (Ouça no Spotify).

Para celebrar a união Marley decide em alguns trechos citar diversos grupos de punk rock e reggae, dentre eles: The Wailers, The Damned, The Jam, The Clash, The Maytals e Dr. Feelgood. A canção ainda ganhou mais fôlego anos mais tarde no clássico “Garden Groove” (do disco 40 Oz. to Freedom) do Sublime e na faixa “Antwoman” do Robyn Hitchcock (do The Soft Boys).

Uma curiosidade é que a música nunca chegou a entrar em nenhum álbum oficial da discografia da lenda do reggae, tendo sido disponibilizada apenas em um 12 polegadas. Bob Marley nos deixou há 36 anos porém nestes versos podemos notar que deixou em seu legado: união e resistência.

“Punky, punky, punk

New wave, new phrase
New wave, new craze

Going to a party
And i hope you are hearty
So please don’t be naughty
For it’s a punky reggae party

New wave, new phrase
New wave, new craze

It takes a joyful sound
To make the world go round
Come with your heart and soul
Come and rock your bone

It’s a punky reggae party
And it’s tonight
It’s a punky reggae party
And it’s alright

What did you say?

Rejected by society
Treated with impunity
Protected by my dignity
I search for reality

New wave, new craze
New wave, new wave, new phrase

I’m saying
The wailers will be there
The damned, the jam, the clash
Maytals will be there
Dr. feelgood too

No boring old farts, no boring old farts, no boring old farts
Will be there!
No boring old farts, no boring old farts, no boring old farts
Will be there!” – Bob Marley, 1977, “Punky Reggae Party”

Em 2017 o punk rock completa 40 anos e neste tempo ele foi ganhando misturas, desdobramentos, novas vozes, mais ou menos acordes, sub-gêneros e definitivamente mudou a maneira com que se enxergava o mundo.

Além de transformar toda a maneira da indústria fonográfica agir. Muito mais do que isso, o movimento conseguiu de fato atrelar não só uma forte mensagem mas como influenciar na estética, no campo das artes, na literatura, no ativismo e na maneira de resistir a vida mundana sem se calar.


BIKINi
Manifesto lírico da banda riot girl Bikini Kill mostra a importância dos fanzines como força de resistência.

É até interessante ler em uma pesquisa que o punk rock, hardcore e o metal por mais subversivos que sejam conseguem ser o gêneros em que a pessoa escuta, alivia seus demônios internos e mantém os nervos em seu devido lugar.

A pesquisa realizada na Austrália teve como base 39 pessoas que afirmavam ser fãs dos gêneros entre as idades de 18 a 34 anos. É só mais uma prova de que a contracultura tem o poder de não só transformar ideias em prática mas como nos torna de certa forma seres humanos melhores.

Punk 77: festival gratuito celebra os 40 anos do Punk Rock

Para celebrar os 40 anos do punk rock integrantes dos blogs Vi Shows, Lado Bá, Hits Perdidos e Crush em Hi-Fi se uniram para celebrar os 40 anos de história viva do punk rock e todo seu legado.

A data escolhida foi este sábado (29/07) e o evento que contará com as bandas Cólera, Porno Massacre, Wabi Sabi, Asfixia Social e Miami Tiger acontecerá na Praça Horácio Sabino – que fica a 8 minutos do metrô Sumaré (linha verde).

Os shows contarão com repertório autoral e também com covers das principais bandas da primeira leva do punk rock inglês, estado-unidense e claro, o brasileiro.


CARTAZ 77


Lembram do Punky Reggae Party?

A discotecagem do festival será feita pelo coletivo Feminine Hi-Fi, produzido apenas por mulheres, que resgata a cultura de festas jamaicanas com discotecagem em vinil, rimas feministas e sistemas de som.


FEMININE
Renata Aguiar FernandesDani Pimenta e Carolina Andre do coletivo Feminine Hi-Fi. – Foto/Reprodução: divulgação

“Nos anos 70, na Inglaterra, as festas e shows punks sempre tinham jovens DJs de origem jamaicana, filhos dos imigrantes negros, tocando as últimas novidades musicais da ilha. Isso porque até 1977 as bandas punks ainda não tinham seus discos lançados. Como os jovens punks estavam ligados à população periférica de Londres, as festas eram feitas em conjunto e muitas vezes em combate ao racismo e à violência policial, que atingia fortemente ambos os grupos.

Os punks londrinos sempre foram intimamente ligados à música jamaicana por conta dessa proximidade e, entre os shows, ouviam discos de Ska, Rocksteady e Reggae, que era o último lançamento na época. Quisemos resgatar essa tradição e por isso convidamos o Feminine Hi Fi para tocar no festival ao lado das bandas de punk rock”, explica Bárbara Monteiro da Wabi Sabi, Lado Bá e organizadora do evento.

Sobre o evento e a celebração Luis Otávio ressalta e Bárbara complementa:

“Não podemos deixar uma data como essa passar em branco. Após a eclosão do movimento punk, toda a cultura mudou e foi influenciada pelo ‘Faça Você Mesmo’. Chamamos outros blogs da cena atual para atuar em coletivo e, com a ajuda deles, contatamos bandas e definimos o formato. Vale ressaltar que o projeto é 100% independente, estamos investindo pelo nosso amor ao empoderamento que a música proporciona”, explica Luis (curador do evento e autor do blog Vi Shows) 

“É importante ser um evento de graça e na rua, aberto para todo mundo. Isso reflete o espírito punk levando acesso à cultura para mais pessoas e ocupando a cidade, que deve ser nossa”, diz Bárbara


This slideshow requires JavaScript.


Playlist 40 anos de Punk Rock


Playlist Punk 77


Para fechar claro que ia ter playlist no Spotify do Hits Perdidos com 77 sons celebrando o legado do punk rock. Com faixas do gênero musical e outras que jamais existiriam se não fosse pela ira dos três acordes.



ANÚNCIO FACEBOOK 2


SERVIÇO
Evento: Festival Punk Rock 77
Dia: 29/07/2017, sábado, das 13h às 20h
Local: Praça Horácio Sabino (10 minutos a pé do metrô Sumaré – Linha 2 verde do metrô)
Entrada: Gratuita 

Programação:

13h Abertura e Feminine Hi Fi
14h Wabi Sabi
14h30 Feminine Hi Fi
15h Porno Massacre
15h30 Feminine Hi Fi
16h30 Miami Tiger
17h15 Feminine Hi Fi
17h45 Asfixia Social
18h30 Feminine Hi Fi
19h Cólera
20h Encerramento
Evento oficial no Facebook

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s