[Garimpo] Conheça 66 bandas que brilharam nos palcos da edição de 30 anos do SXSW

O Festival South by Southwest mais conhecido pela abreviação SXSW nasceu em Austin no Texas no ano de 1987. Em 2017 o evento que reúne 10 dias de muita música, filmes e tecnologia completa 30 anos de seu início.

Uma das marcas do festival é celebrar economia criativa e servir de termômetro para novas tendências de mercado. Através de meetings novos e velhos conhecidos dessas indústrias falam sobre projetos, mercado, inovação além de estabelecer novas conexões. Ao lado do Primavera Pro, Liverpool Sound City, The Great Escape, Coast2Coast o festival talvez seja um dos eventos mais esperados a cada ano que passa.

Com uma curadoria muito responsável e um planejamento para o ano seguinte que começa muitas vezes antes da edição do ano presente se iniciar, o evento literalmente para a cidade de Austin e agita a economia local com números comparados a uma sede de copa do mundo.

Os desdobramentos são vários. De maratonas de hacktivismo, passando por palestras sobre o futuro de mercados de trabalho, entretenimento, comédia, lançamentos de filmes, documentários, games e atividades que passaríamos dias para detalhar tudo que o evento proporciona com os devidos detalhes.

Por chamar a atenção do mundo todo é possível comparecer ao festival e se deparar com vários perfis de pessoas de diferentes culturas a cada sala, palco, bar ou até mesmo igrejas que também recebem algumas das atividades.

Isso exige uma dedicação não só por parte dos organizadores mas por parte do público entre milhares de possibilidades de coisas para fazer durante os 10 dias. Adequar um cronograma regrado não é luxo mas sim obrigação.

Mas vamos focar na parte que mais interessa aos leitores do Hits Perdidos: A Música

TBK SXSW TUES 021
A banda de rock Temples foi uma das atrações da edição de 2017 do SXSW. – Foto: Divulgação

A indústria da música é uma das grandes protagonistas do SXSW. Para termos uma pequena amostra como a parte dos festivais são de extrema importância dentro do evento na edição de 2016 do SXSW o line-up contou com mais de 2.200 bandas de 67 países. Tudo isso espalhado por diversos bares, clubes, parques, igrejas, lobby’s de hotéis entre outros lugares inusitados da cidade de Austin. Como dissemos anteriormente durante aqueles 10 dias anuais a cidade ecoa música por todos os cantos.

Os gêneros musicais contemplados são os mais diversos. Temos Rock, Rap, Reggae, Blues, Soul, Jazz, música latina, Afro Beat, Punk, Indie, Shoegaze, Psicodelia, D-Beat, música eletrônica, Country e muito mais.

O evento reúne gravadoras, produtores, assessorias de imprensa, managers, jornalistas, marcas de lifestyle, bancas de festivais entre outros tentáculos da indústria. A curadoria dos showcases misturam artistas com terreno, artistas em ascensão a novíssimos nomes. Todos com o mesmo objetivo de alcançar novas audiências, aumentar a exposição internacional e o branding.

Invasão Brasileira

BR
A ida de brasileiros para o SXSW tem sido a cada ano algo mais frequente dentro da programação do festival. A edição 2017 recebeu um time de peso e podemos ficar tranquilos pois fomos muitíssimo bem representados.

Artistas como Autoramas, FingerFingerrr, Maglore, Lista de Lilly, Max de Castro, Capela, Liniker e os Caramelows, ToTi e Boogarins. Em anos anteriores já tivemos artistas como Ruído /mm, Phil Veras, Black Drawing Chalks, Far From Alaska, Apanhador Só, Name The Band, Holger, Little Joy, Garotas Suécas e tantas outras.

Descobertas SXSW #2017

HP 25

A exemplo da já citada edição de 2016, o evento desse ano manteve o número alto de artistas dos mais variados países. Aqui no Hits Perdidos separamos 66 pérolas que encontramos vasculhando o line-up do festival texano.

20 destes estarão no programa do Hits Perdidos Especial SXSW que vai ao ar nesta terça-feira (21/04) às 19 horas nas ondas frenéticas da Mutante Radio. Os outros 46 você poderá conhecer mais ouvindo a playlist montada pelo Hits Perdidos em seu perfil oficial no Spotify.

Playlist SXSW



Na playlist contamos com canções dos artistas e bandas:

White ReaperDelicate StevePARTYBABYCherry Glazerr, PWR BTTM, Warbly JetsSadGirlHurray For The Riff RaffPriestsRolling Blackouts Coastal FeverThe Big MoonLas KelliesMarika HackmanRielOmniQueen Of JeansRatboysS U R V I V EBeach SlangCasper SkullsCatholic ActionChain Of FlowersDark TimesThe Dead DeadsDeap VallyDeath Hymn Number 9Dream WifeDrive Like MariaDuchess SaysFizzy BloodFlasherFuture PunxGalaxy Express.

Guantanamo BaywatchGurrGutxi BibangGymshortsIDLESLas RosasLaura CarboneLeggyLola PistolaMal Blum and the BlumsMeat WaveMerchandiseMuncie GirlsMundakaMUSCLE BEACHNE-HIPAWSThe PoochesProtexRadkeyRMBLRRon GalloSlavesSløtfaceSlowkissTennis SystemThigh MasterTiger! Shit! Tiger! Tiger!The Vryll SocietyWhite Fang Wray.

Mas como não adianta apenas “jogar” uma lista no Spotify sem dizer ao menos um pouco sobre os artistas separamos 20 para dar um enfoque maior.

#1 Delicate Steve

Cartoon Rock saiu pelo selo Anti Records no ano passado. A Banda é liderada pelo malucão Steve Mario que mistura em seus sons ritmos e estilos de uma forma um tanto quanto artesanal misturando rock progressivo, folk, afro beat, surf musica e o pop dos anos 70. De New Jersey direto para o SXSW.

#2 Dude York

“Love Is” está presente no recém lançado álbum da banda de Seattle, Sincerely. Que define seu som como Heavy Pop e faz um som energético que poderia ter sido feito na década de 90.

#3 Hurray For The Riff Raff

A próxima canção vem diretamente de New Orleans com uma levada Blues/Folk. A banda Hurray For The Riff Raff chega com a canção “Hungry Ghost”.

#4 Jay Som

Diretamente Oakland California temos o Jay Som com “Baybee” uma canção com camadas shoegaze, pop e beats. Bem moderninho mas divertido.

#5 Priests

A próxima banda vem direto de Washington, DC. O Priests que está na ativa desde 2011 com influências e ares do post-punk. Confira o novo single “Nothing Feels Natural”.

#6 PWR BTTM

Uma banda que achei o som bastante interessante vem de Hudson, NJ. O PWR BTTM até em sua página de facebook diz: “we’re not here to make friends, we’re here to win”. O som é bem debochado e afirmam ter influências de Kylie Minogue.

Piadas a parte é um som mais descompromissado que bebe de punk/powerpop/pop/new wave e muito foda-se. A canção que iremos conferir o clipe é o hit radiofônico “Big Beautiful Day”.

#7 Rolling Blackouts Coastal Fever

O Rolling Blackouts Coastal Fever e vem diretamente de Melbourne na Austrália para mostrar o que eles definem como TOUGH POP / Soft Punk. Com aquele bom humor australiano “French Press” vai agradar fãs de Mac Demarco e do rock do começo dos anos 00 com aquela pitada marota de Slowdive.

#8 The Big Moon

Da mesma escola do Savages, as londrinas do The Big Moon vão te surpreender com “Sucker” que tem o espírito Dream Pop aliado a vocais melódicos.

#9 Las Kellies

De Buenos Aires, Argentina mas com contrato com selo britânico e agenciamento de carreira voltado para o mercado europeu temas as garotas do Las Kellies. Som interessante vai agradar fãs de Mazzy Star e The Breeders. A canção que iremos ouvir é “Summer Breeze”.

#10 Marika Hackman

Assim como o The Big Moon a próxima cantora vem de Londres. O nome da vez é Marika Hackman que faz um pop de excelente qualidade e tem uma atmosfera densa que vai agradar fãs de PJ HARVEY. Iremos ouvir “Boyfriend”, canção do seu mais recente trabalho.

#11 RIEL

RIEL = Power Pop + Dream Pop + shoegaze + post punk feito na Argentina. O duo composto por Mora (Guitarrra / Vocais) e Germán (Bateria) arregaça tudo e impressiona logo nos primeiros acordes. A faixa que iremos ouvir é “Fresno” e não tem nada a ver com a banda brasileira.

#12 Cherry Glazerr

A dica mestra fica por conta da Cherry Glazzer de Los Angeles que em 2014 inclusive lançou seu primeiro disco pelo selo cult Burguer Records. O som é uma mistura de Noise Pop, Garage Rock e Indie Rock. Agradará fãs de Le Tigre com certeza.

#13 OMNI

A próxima da lista é a OMNI. Diretamente de Atlanta o som deles me lembrou muito bandas como o Of Montreal e o som pode ser classificado como lo-fi pop com influências do rock setentista e oitentista. Confira “Wire”.

#14 Queen Of Jeans

Para quem é apaixonado pela Courtney Barnett ou pira na sonoridade da Sharon Van Etten vai certamente cair de queixo com “Dance (Get Off Your Ass)” do Queen Of Jeans que vem direto da Philadelphia para o palco do Hits Perdidos.

#15 Ratboys

Na sequência de Chicago, IL recebemos a banda Ratboys com seu post-country/indie rock cheio de delicadeza em “Not Again”.

#16 Suburban Living

Quem coloca todo mundo para dançar e me lembra em certas horas o Terno Rei e Yuck é a banda Suburban Living que vem também da Philadelphia.

#17 White Reaper

A próxima banda não vai sair da minha playlist tão cedo. Estamos falando do White Reaper de Louisville, Kentucky. O som combina a astúcia do punk, a energia do FIDLAR e o espírito do Kurt Ville. “Judy French” vai te fazer pirar no AIR GUITAR!

#18 PARTYBABY

As 3 últimas dessa parte da seleção são MATADORAS. E a prova disso é que já começamos com PARTYBABY que lembra os bons tempos de Hole/Garbage e Brody Dalle no Distillers. Sim, é tudo isso e muito mais!

#19 Warbly Jets

Diretamente de Los Angeles quem vem mostrar que JET e Supergrass deixaram descendentes é o Warbly Jets com seu hard rock que viaja pela mesma onda proto punk dos já citados. É rock de garagem da melhor qualidade.

#20 SadGirl

O  lo-fi, surf-wop trio SadGirl – que se escreve tudo junto mesmo – para mim é uma banda mais do que pronta. Eles também vem de Los Angeles e tem excursionado ao redor dos EUA. Divertido, sarcástico e irá agradar de punks, fãs de surf music a fãs de Franz Fedinand.

Essa foi a lista reduzida com 20 das 66 faixas presentes na playlist de #Descobertas do Hits Perdidos no SXSW. Para conhecer as outras basta dar o play! Não deixe de seguir também o perfil do Hits Perdidos no Spotify para mais novidades.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s