Eletrocutados pelo Blanka do Street Fighter: Paulistanos da Poltergat lançam primeiro vídeo

O pessoal da Howlin’ Records não costuma perder tempo. E as últimas semanas tem sido intensas por lá. O evento de 2 anos do selo rolou na última sexta-feira (13). O show surpresa da festa contou com a apresentação do novo grupo do casting, a Bufalo, e a exibição do documentário Acordes no Concreto que contou a história e repercussão do Show de Rua, festival que tomou conta da Praça Roosevelt no começo de 2015.

Essa semana aconteceu o lançamento do novo disco da Blear na quarta (18), e hoje chega ao mundo o novo clipe dos garageiros satânicos da Poltergat. Ufa!

Pois é, os caras não brincam em serviço. O novo clipe de “Suicidal Citizen” é o primeiro single para promover o novo trabalho dos paulistanos. A canção estará presente no primeiro álbum da banda, Blanka. Algum fã de Street Fighter por aqui?

O disco foi gravado no estúdio Subway  (por Anderson Lima) e no estúdio Aurora (por Billy Comodoro). A produção é totalmente independente, Billy é quem assina a mixagem e masterização do trabalho. O disco deve ganhar luz – com seu lançamento via Howlin’ Records– no fim de julho e contará com 10 sons inéditos.

Com uma atmosfera que brinca com jogos de luz e uma escuridão dark que carrega as trevas em sua essência moribunda, eles vem para dar conta do recado. Som direto e potente, carrega além de trangressão sonora: muita distorção. É esse o plano de “Suicidal Citizen” ao meu ver.

Mas vamos deixar o vocalista Gabriel Muchon com a palavra:

“Bom… nossa inspiração foi trazer um clima caótico, doidão, meio Hora do Pesadelo garageiro (risos). Ir pro mato e trazer a imagem do “Blanka”, nesse climão tenso, foi uma evolução de uma loucura nossa…tipo, o Blanka do Street Fighter era o brasileiro elétrico que solta raio e os caraio (sic).

A gente se identificou com essa imagem, sei lá…achamos que tem alguma relação com o nosso som e tal mata atlântica, alarme, luz vermelha, clima de confusão total. De alguma forma isso significa algo pra gente e fizemos questão de botar isso na cara do gol nesse nosso primeiro “trampo” em vídeo oficial.”

Para quem for fã de Fidlar, Wavves, da garajeira suja do Jay Reatard e até mesmo surf music lunática revival dos anos 80 californiana com certeza vai pirar. O som mistura tudo isso com a potência de bandas obscuras como o Wipers. Mas uma fonte que eles bebem e deve sempre ser lembrada é o poderoso e inigualável Sonics.

Ao questionar o significado por trás da letra de “Suicidal Citizen” Gabriel nos contou:

A letra de “Suicidal Citizens” fala sobre São Paulo, nossa cidade de nascença e criação. Melhor, fala sobre as pessoas que vivem nessa cidade cinza, caótica e lazarenta (risos).

Sobre o tal magnetismo dessa cidade….por mais que você odeie ela, você não consegue sair dela. E por último, cita de alguma forma mesmo que subjetiva, o incondicional amor paulistano pelo caos..por essa razão, são cidadãos suicidas

Gabriel ainda conta que o clipe conversa mais com o conceito do álbum do que o single em sí mas a crítica a nossa relação de amor/ódio com a cidade cinza, é muito válida e pontual. Afinal de contas somos escravos de tudo que nós mesmo plantamos, sendo essa de certa forma nossa sentença de morte.

O som é perfeito para abrir a roda e se jogar no bate cabeça. O trabalho é o sucessor do EP –desgraceira – homônimo lançado na metade de 2014. Pois é, a demora para lançar material novo parece estar saciada com o disco que está por vir. Ao menos promete. Go go Poltergat!

Suicidal.jpg

Facebook
Bandcamp
Spotify
Contato
Howlin’Records

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s