Blog Anchor Mixtapes disponibiliza todo acervo de Mixtapes temáticas no Spotify

Em tempos em que rola todo um glamour ao retorno do vinil, a fita K7 volta com tudo. Aquela mesma que encantou o mundo no ano de 1963, quando a Philips lançava o chamado Compact Cassette que popularmente ficou conhecido como fita K7.

Não é a toa que o livro Magnéticos 90 de Gabriel Thomaz (Autoramas) e Daniel Juca (Tarja Preta) buscaram contar em quadrinhos a história da geração que cresceu descobrindo sons e gravando seus registros com o advento dessa tecnologia.

Ela foi de uma importância gigantesca para o rock underground que descobria e distribuia suas aventuras guitarrísticas através delas.

“O negócio na época era gravar fita, mandar para os fanzines do país inteiro para rodar o material. Era assim que as coisas aconteciam”, contou Gabriel Thomaz em entrevista para o jornal Gazeta do Povo.

magneticos
Livro está disponível para venda através do site da Ideal Shop

Já as mixtapes tiveram um papel super importante para várias gerações. Nos tempos das rádios piratas, que no filme The Boat That Rocket (“Os Piratas do Rock” – 2009) seu papel fica em evidência como um vínculo entre o ultrajante mundo do rock e a juventude.

rock
Comédia sobre os tempos das rádios piratas contou com produção de vários países como EUA, Alemanha, França e Reino Unido.

Para a geração seguinte ela ganha outros contornos, alguns de certa maneira com um toque mais romântico, outros com tom mais da necessidade. Montar uma mixtape com as canções certas poderia nos anos 80, conquistar o coração daquela gata.

love

Já para outros era caso de: interesse versus necessidade. As pessoas tinham o hábito de passar horas ao lado do rádio para começar a gravar a fitinha assim que sua nova música favorita começasse a tocar. Sim, pura pirataria. Mas você também baixa música na internet, né amigo?

mixt

Não é de hoje que as rádios são consideradas “jabazeiras”, então quando rolava um programa um pouco fora dessa curva, era hora de pegar seu gravador e gravar a mixtape com as canções que iam dar o tom do rock independente daquele ano. E claro, essas fitinhas eram copiadas sem parar por todos amigos.

mix                                                         tape

Em 2012, eu comecei a escrever meu primeiro blog, o Anchor Mixtapes. Na verdade não foi minha primeira aventura por esse mundo, mas a primeira vez que dei a minha cara a bater. Que falei: vou mostrar o que tenho para dizer para o mundo da minha maneira.

E sério, recomendo para qualquer um fazer algo do tipo, é gratificante e por mais que possa até ser encarado como um hobbie ou algo afastado da sua rotina ~tacanha~ e repetitiva de escritório: de certa forma dá uma leveza para a alma.

A proposta era simples: fazer mixtapes temáticas por mais absurdos que fossem os temas ou as relações entre as canções nelas presentes. Começou como um hobbie de verão e de certa forma abriu um mundo de possibilidades. Guardo com carinho a memória dos primeiros dias do blog.

Nos últimos dias o sentimento de nostalgia veio a tona, e depois de uma conversa inspiradora com a Debbie Hell (Ouvindo Antes de Morrer, Brasil 2000, Debbie Records (youtube), Música de Menina, também colunista da Ideal Shop e uma porrada de projetos legais no mundo da música) decidi transportar as tais das fitinhas para o Spotify.

spotfy

Afinal de contas era a melhor maneira de fazer com que as Mixtapes continuassem a ser escutadas e que todo esse trabalho de curadoria de anos não fosse perdido. Agora vocês podem me seguir no Spotify e visualizar as playlists que interessarem!

De qualquer forma vou linkar todas aqui, assim fica mais fácil chegar mais rápido a que mais despertar sua curiosidade e APERTAR o play.

#1 MIXTAPE – New School Folk
#2 MIXTAPE – Hit Covers
#3 MIXTAPE – Indie Rock & Stuff
#4 MIXTAPE – It’s Christmas Time
#5 MIXTAPE – Summertime
#6 MIXTAPE – Riot Girls
#7 MIXTAPE – Pub Rock’n’Roll
#8 MIXTAPE – Junkies
#9 MIXTAPE – Fresh Pizza
#10 MIXTAPE – Years
#11 MIXTAPE – Colors
#12 MIXTAPE – Fulano & Os Sicranos
#13 MIXTAPE – New School Folk Vol. 2
#14 MIXTAPE – Rap Gold Age
#15 MIXTAPE – Garage Rock
#16 MIXTAPE – Europe
#17 MIXTAPE – Proto-Punk
#18 MIXTAPE – Surfing Songs
#19 MIXTAPE – Skate Or Die
#20 MIXTAPE – EMO
#21 MIXTAPE – Places
#22 MIXTAPE – Muses
#23 MIXTAPE – Celtic Punk (The Drinking Songs)
#24 MIXTAPE – On The Road
#25 MIXTAPE – Beer Means Great Times
#26 MIXTAPE – Rudy, Rudy
#27 MIXTAPE – Ridiculously Long Song Titles
#28 MIXTAPE – Australia
#29 MIXTAPE – Candies
#30 MIXTAPE – Carnival
#31 MIXTAPE – The Favorite One’s
#32 MIXTAPE – Obscure 70’s Hard Rock
#33 MIXTAPE – Another Band, Another Planet
#34 MIXTAPE – Heroes
#35 MIXTAPE – Weird But Cool
#36 MIXTAPE – Space Invaders
#37 MIXTAPE – Actually, It’s Not The Beggining Neither The End
#38 MIXTAPE – Why Don’t You Get A Job?
#39 MIXTAPE – Inventions & Innovations
#40 MIXTAPE – It’s Cold Outside
#41 MIXTAPE – Animal Planet
#42 MIXTAPE – Riot Girls (Are Back!)
#43 MIXTAPE – FUZZ, Gravador e Garagem
#44 MIXTAPE – 1986: Alternative Nation

Uma pausa pois a próxima MIXTAPE foi muito especial e mudou a história do blog. Dessa vez foi a vez do Rock Underground Nacional. Nela, eu e Giuliano Di Martino (Ex-Veronica Kills, Deb And The Mentals) realizamos a curadoria do que viria a se chamar Rock Falido: Uma coletânea de rock independente nacional.

Print

A coletânea original pode ser ouvida direto do 8Tracks, com suas 24 faixas. O mais bacana foi a mobilização que aconteceu após seu lançamento. Acabamos conhecendo uma galera com os mesmos interesses e despertou o interesse de inúmeras bandas em participar de uma futura edição.

Algumas mídias independentes chegaram a repostar a coletânea e isso foi muito gratificante: Poder fazer as canções daquelas bandas que se esforçam para sobreviver chegarem aos ouvidos de muitos que provavelmente jamais saberiam da existência delas.

Rock Noize / Guitar Talks / Ouvindo Antes De Morrer / Nada Pop Zonapunk / Arca do Hardcore / Página da gravadora Motim Records / Coletivo Rock Ex Machina / Toco Música de Ouvido

Como algumas bandas não possuem material no Spotify pelas mais distintas razões, na versão na plataforma: a lista sofreu algumas adaptações.

#45 MIXTAPE – Rock Falido: Uma coletânea de rock independente nacional
#46 MIXTAPE – Procurando Água

Vale lembrar que a história e o conceito por trás de cada Mixtape você pode conferir na página do Anchor Mixtapes – que também está no Facebook.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s